O Caminho para a Vida Eterna - CULTO AO VIVO: "ABRAÃO INTERCEDE PELA SUA FAMÍLIA" - 3 de novembro de 2019

ABRAÃO INTERCEDE PELA SUA FAMÍLIA

Muito boa noite amáveis amigos e irmãos presentes e telespectadores. É para mim um privilégio muito grande estar com vocês nesta ocasião, para compartilhar com vocês uns momentos de companheirismo espiritual ao redor da Palavra de Deus e Seu Programa correspondente a este tempo final.

         Para o qual quero ler em São Lucas, capítulo 17, versículos 24 em diante, onde Cristo nos fala da Vinda do Filho do Homem. Capítulo 17 de São Lucas, versículos 24 ao 30, diz Jesus Cristo:

         “porque, como o relâmpago ilumina desde uma extremidade inferior do céu até à outra extremidade, assim será também o Filho do Homem no seu dia.

         Mas primeiro convém que ele padeça muito e seja reprovado por esta geração.

         E, como aconteceu nos dias de Noé, assim será também nos dias do Filho do Homem.

         Comiam, bebiam, casavam e davam-se em casamento, até ao dia em que Noé entrou na arca, e veio o dilúvio e consumiu a todos.

         Como também da mesma maneira aconteceu nos dias de Ló: comiam, bebiam, compravam, vendiam, plantavam e edificavam.

         Mas, no dia em que Ló saiu de Sodoma, choveu do céu fogo e enxofre, consumindo a todos.

         Assim será no dia em que o Filho do Homem se há de manifestar.”

         Que Deus abençoe nossas almas com Sua Palavra e nos permita entendê-la.

         Nosso tema para esta ocasião é: “ABRAÃO INTERCEDE PELA SUA FAMÍLIA”.

         Cristo, ao falar da Vinda do Filho do Homem para este tempo final, disse que será como nos dias de Noé e como nos dias de Ló; assim será o tempo final, o tempo em que o Filho do Homem estará manifestado aqui na Terra.

         Para poder compreender estes dias, temos que ir aos dias de Noé e também aos dias de Ló.

         Nos dias de Noé, Deus disse que destruiria a raça humana com um dilúvio; e a Escritura diz que “Certamente o Senhor não fará coisa alguma, sem ter revelado o seu segredo aos seus servos, os profetas”. (Amós, capítulo 3, versículo 7).

         Naquele tempo Deus tinha sobre a Terra um profeta chamado Noé, ao qual Deus revelou tudo o que Ele iria realizar neste planeta Terra. E Noé é um profeta dispensacional; esse é o tipo de profeta de nível mais alto que Deus envia ao planeta Terra. Tal é assim, que Deus somente tem sete profetas dispensacionais, nada mais; e há somente sete dispensações.

         Estas sete dispensações e estes sete profetas dispensacionais são:

•        A Dispensação da Inocência (a primeira), e seu profeta dispensacional foi Adão, com a Mensagem da Inocência.

•        A segunda Dispensação foi a Dispensação da Consciência, e seu profeta dispensacional foi Sete; sua Mensagem foi a Mensagem da Consciência.

•        Em seguida, a terceira Dispensação é a Dispensação do Governo Humano, e seu profeta mensageiro é Noé, com a Mensagem do Governo Humano; e com a revelação das coisas que Deus iria realizar naquele tempo, deu o aviso à raça humana da destruição que viria sobre a humanidade. Deus disse o Noé como escapar do juízo divino que viria sobre a raça humana.

         Noé também fez os preparativos para sua família, a qual ele tinha sob os sacrifícios dos animaizinhos que se ofereciam a Deus pelo pecado naqueles tempos.

         E agora vejam vocês como Noé se preocupou pela sua família, para que escapasse também do juízo divino que viria sobre a raça humana.

         Algumas pessoas pensaram que Deus não pode trazer uma destruição sobre a raça humana porque Deus é amor; mas Deus é também fogo consumidor, diz a Escritura; e Deus, sendo santo, demanda que o pecado seja castigado. Portanto, vem o juízo divino da parte de Deus por causa do pecado da raça humana; a cada certo tempo, ao final de cada Dispensação vem uma destruição sobre a Terra.

         Vejam, ao final da Dispensação da Inocência veio uma destruição, um juízo divino sobre a raça humana, que tinha caído no Jardim do Éden. Em seguida, a segunda Dispensação, ao final da segunda Dispensação veio o dilúvio.

         Sempre aparece o mensageiro dispensacional de uma nova Dispensação ao final da Dispensação que está terminando. Ou seja: que os últimos anos de uma Dispensação é o tempo onde aparece o profeta da nova Dispensação que começará, e começa esse profeta a anunciar o juízo divino que virá sobre a raça humana.

         Agora vejam, depois que veio Noé anunciando que o juízo divino viria sobre a raça humana, sobre aquela geração pré-diluviana, as pessoas não podiam crer que era verdade o que Noé estava pregando.

         Disto também pregou o profeta Enoque, o qual disse que Deus viria com Seus milhares de milhares para trazer o juízo divino.

         Agora, podemos ver que sempre que se anuncia o juízo divino, as pessoas que não compreendem estas coisas pensam que são bobagens, pensam que isso não pode ser, porque não compreendem este mistério das dispensações e das eras, não compreendem este Programa que Deus tem de Dispensação em Dispensação; e não podem compreender que Deus sempre, quando está chegando ao seu final uma Dispensação, envia — à raça humana — um profeta dispensacional.

         Aí temos a história bíblica, através da qual devemos aprender estas coisas para poder compreender o que estará acontecendo neste tempo final.

         Agora, disse que o profeta Noé é o profeta da terceira Dispensação, da Dispensação do Governo Humano.

         O que Noé anunciava era a destruição da raça humana com um dilúvio, e não podiam crer. E Jesus Cristo, fazendo referência aos dias de Noé, disse que assim como foi nos dias de Noé será no dia em que o Filho do Homem se manifestará; ou seja: será como nos dias de Noé a Vinda do Filho do Homem. São dias paralelos aos dias de Noé estes dias nos quais nós estamos vivendo.

         Agora, vejam como Noé conhecia as coisas que iriam acontecer naquele tempo, porque Deus as estava revelando ao profeta Noé.

         Quando um evento maior do Programa Divino vai se realizar neste planeta Terra, Deus envia um profeta maior, ou seja: um profeta dispensacional, com a revelação de todas as coisas que hão de acontecer nesse tempo.

         Agora vejam como tudo aconteceu lá, e Jesus diz: “E não conheceram até que veio o dilúvio e os consumiu a todos”. Por que não conheceram? Porque não escutaram ao profeta Noé e não creram na sua Mensagem; e por isso ficaram em ignorância das coisas que iriam acontecer aos habitantes do planeta Terra do tempo de Noé.

         Agora, podemos ver que eles estavam muito ocupados nas coisas terrenas, os habitantes da Terra daquele tempo.

         Eles comiam, eles se casavam, eles se davam em casamento, eles construíam, eles compravam, eles vendiam, ou seja: todas as coisas que temos atualmente eles também as tinham; mas não tinham tempo para escutar a Voz de Deus por meio do profeta Noé. Ou seja: pensavam que Noé era um louco, que estava anunciando um dilúvio que afogaria todas as pessoas, quando para aquele tempo não chovia como chove atualmente, mas que a Terra se regava com um vapor que subia durante a noite e assim a vegetação obtinha essa umidade.

         Mas quando Deus diz que vai fazer algo, não importa que as pessoas nunca tenham visto isso, verão quando Deus o cumprir; e não o fará sem antes revelá-lo ao profeta que Deus tiver para esse tempo.

         Agora vejam como Cristo nos diz que a Vinda do Filho do Homem será como os dias de Noé: “… assim será a vinda do Filho do Homem”.

         A Primeira Vinda de Cristo, a Vinda do Filho do Homem dois mil anos atrás, o que foi? Foi nada menos que a Vinda do Anjo do Senhor, do Anjo do Pacto.

         É muito importante conhecer estas coisas para que assim nós saibamos o que será a Vinda do Filho do Homem neste tempo final.

         O profeta Malaquias no capítulo 3, falando da Vinda do Messias e de Seu precursor João Batista, disse:

         “Eis que eu envio o meu anjo, que preparará o caminho diante de mim; e, de repente, virá ao seu templo o Senhor, a quem vós buscais; o anjo do concerto, a quem vós desejais; eis que vem, diz o SENHOR dos Exércitos.”

         Quem viria? O Anjo do Senhor, o Anjo do Pacto, quem libertou o povo hebreu por meio do profeta Moisés, da escravidão lá no Egito.

         Ele foi o mesmo que revelou ao profeta Noé que viria o dilúvio, e Ele é o mesmo que esteve com Adão lá no princípio; o mesmo Anjo do Senhor ou Anjo do Pacto, chamado também em São João, capítulo 1, o Verbo, que estava com Deus e era Este Deus. Estava no princípio com o Deus. Por Ele foram feitas (ou seja: criadas) todas as coisas, e sem Ele nada do que foi feito, foi feito”. Ele é o Verbo, o Anjo do Pacto, o Anjo do Senhor.

         Ele é o Criador dos Céus e da Terra. “No princípio, criou Deus os céus e a terra”. Deus estando em Seu corpo teofânico da sexta dimensão (um corpo parecido ao nosso corpo, mas da sexta dimensão, um corpo angelical), estando nesse corpo apareceu também a muitos profetas em diferentes épocas, eras e dispensações; e eles disseram que era um anjo, um varão, o qual é um homem de outra dimensão, ou seja: da sexta dimensão. Ele foi o que criou os Céus e a Terra.

         Que um homem criou os Céus e a Terra? Sim, um homem de outra dimensão. E esse homem de outra dimensão sabem quem é? Deus. Deus fez para si um corpo teofânico da sexta dimensão; e estando nesse corpo teofânico (que é parecido ao nosso corpo), desde aí criou o universo completo.

         Agora, há pessoas que não podem compreender isto, porque não compreenderam ainda que, quando Deus criou o homem, o criou à Sua imagem e à Sua semelhança.

         O que é que mais se parece com Deus? O homem, o ser humano. E o que é que mais se parece com o ser humano? Pois Deus; porque Deus criou o homem à Sua imagem e à Sua semelhança.

         E quando Deus visitou a raça humana dois mil anos atrás, no cumprimento da Vinda do Messias, no cumprimento da Vinda do Emanuel (Emanuel significa: Deus conosco)… E quando Deus esteve conosco no meio da raça humana, no meio do povo hebreu, a quem se parecia? Aos homens.

         Era um homem, o qual apareceu no meio do povo hebreu em um corpo que foi criado por Deus no ventre da virgem Maria. Deus criou ali uma célula de vida, a qual se multiplicou célula sobre célula e formou o corpo de Jesus.

         Esse corpo veio sem pecado, porque não veio por meio da união de um homem e de uma mulher, mas por criação de Deus; e esse era o único corpo que podia ser oferecido em sacrifício vivo pelo pecado do ser humano, o que tinha sido tipificado nos sacrifícios que o povo hebreu efetuava pelo pecado diante de Deus.

         E desde Adão, de Adão até aqui, vimos que estiveram sendo oferecidos a Deus sacrifícios de animaizinhos pelo pecado; porque são tipo e figura, representam Jesus Cristo o Cordeiro de Deus, quem morreria na Cruz do Calvário. E quando apareceu na Terra o Anjo do Senhor, o Anjo do Pacto, em carne humana, em um corpo de carne chamado Jesus, ofereceu Deus em sacrifício vivo esse corpo na Cruz do Calvário, e aí se cumpriram todos os tipos e figuras desses sacrifícios que o povo oferecia a Deus.

         Daí em diante, o ser humano não teve necessidade de oferecer sacrifícios de animaizinhos. Vejam, até o templo do povo hebreu foi tirado e não puderam estar oferecendo sacrifícios a Deus pelo pecado (não puderam oferecer o sacrifício da expiação, o qual se oferecia no dia dez do sétimo mês de cada ano, para a reconciliação do povo hebreu com Deus), pois há um sacrifício melhor que esses sacrifícios dos animaizinhos, porque o Sacrifício de Cristo na Cruz do Calvário é um sacrifício perfeito. Portanto, já os demais sacrifícios que era feitos; Deus não os aceita; somente aceita um sacrifício perfeito: o Sacrifício de Jesus Cristo na Cruz do Calvário.

         E agora podemos ver como o Anjo do Senhor, o Anjo do Pacto, o qual viria em carne humana, ofereceu Seu próprio corpo em sacrifício vivo na Cruz do Calvário.

         Esse Anjo do Pacto, o Anjo do Senhor, que libertou o povo hebreu lá no Egito, é nosso amado Senhor Jesus Cristo. Por isso é que em São João… (…). Capítulo 8 de São João, versículo 51 em diante, diz:

         “Em verdade, em verdade vos digo que, se alguém guardar a minha palavra, nunca verá a morte.

         Disseram-lhe, pois, os judeus: Agora, conhecemos que tens demônio. Morreu Abraão e os profetas; e tu dizes: Se alguém guardar a minha palavra, nunca provará a morte.

         És tu maior do que Abraão, o nosso pai, que morreu? E também os profetas morreram; quem te fazes tu ser?

         Jesus respondeu: Se eu me glorifico a mim mesmo, a minha glória não é nada; quem me glorifica é meu Pai, o qual dizeis que é vosso Deus.

         E vós não o conheceis, mas eu conheço-o; e, se disser que não o conheço, serei mentiroso como vós; mas conheço-o e guardo a sua palavra.

         Abraão, vosso pai, exultou por ver o meu dia, e viu-o, e alegrou-se.

         Disseram-lhe, pois, os judeus: Ainda não tens cinquenta anos e viste Abraão?

         Disse-lhes Jesus: Em verdade, em verdade vos digo que, antes que Abraão existisse, eu sou.

         Então, pegaram em pedras para lhe atirarem; mas Jesus ocultou-se, e saiu do templo, passando pelo meio deles, e assim se retirou.”

         Agora vejam como Jesus diz que Ele é antes de Abraão. E Jesus é antes de Abraão; é antes de Noé; é antes de Enoque e é antes de Sete e é antes de Adão também; porque Jesus Cristo nosso Salvador é o Anjo do Pacto, o Anjo do Senhor; é o Verbo que estava com Deus e era Deus, o qual se fez carne e habitou entre nós, como nos diz São João, capítulo 1, versículo 1 ao 18. Diz:

         No princípio, era o Verbo, e o Verbo estava com Deus, e o Verbo era Deus.

         Ele estava no princípio com Deus.

         Todas as coisas foram feitas por ele, e sem ele nada do que foi feito se fez.”

         E em São João, capítulo 1, versículo 14, diz:

         “E o Verbo se fez carne e habitou entre nós, e vimos a sua glória, como a glória do Unigênito do Pai, cheio de graça e de verdade.”

         Quem se fez carne? O Verbo que estava com Deus e era Deus. Era nada menos que Emanuel, o Deus de Abraão, de Isaque e de Jacó visitando à descendência de Abraão segundo a carne.

         Agora podemos ver porque Jesus Cristo podia dizer que antes que Abraão nascesse Ele era: porque Ele é o Anjo do Senhor, o Anjo do Pacto.

         Por isso é que quando apareceu ao profeta Moisés no capítulo 3 do Êxodo, versículo 1 em diante, onde nos diz que Moisés estava pastoreando as ovelhas de Jetro seu sogro… Vejamos como nos diz aqui; esta passagem diz:

         “E apascentava Moisés o rebanho de Jetro, seu sogro, sacerdote em Midiã; e levou o rebanho atrás do deserto e veio ao monte de Deus, a Horebe.

         E apareceu-lhe o Anjo do SENHOR em uma chama de fogo, no meio de uma sarça; e olhou, e eis que a sarça ardia no fogo, e a sarça não se consumia.

         E Moisés disse: Agora me virarei para lá e verei esta grande visão, porque a sarça se não queima.

         E, vendo o SENHOR que se virava para lá a ver, bradou Deus a ele do meio da sarça e disse: Moisés! Moisés! E ele disse: Eis-me aqui.

         E disse: Não te chegues para cá; tira os teus sapatos de teus pés; porque o lugar em que tu estás é terra santa.

         Disse mais: Eu sou o Deus de teu pai, o Deus de Abraão, o Deus de Isaque e o Deus de Jacó. E Moisés encobriu o seu rosto, porque temeu olhar para Deus.

         E disse o SENHOR: Tenho visto atentamente a aflição do meu povo, que está no Egito, e tenho ouvido o seu clamor por causa dos seus exatores (opressores), porque conheci as suas dores.

         Portanto, desci para livrá-lo da mão dos egípcios e para fazê-lo subir daquela terra a uma terra boa e larga, a uma terra que mana leite e mel…”

         Aqui podemos ver como o Deus de Abraão, de Isaque e de Jacó, o qual tinha prometido a Abraão que liberaria a sua descendência, à qual seria escrava e viveria por quatrocentos anos como escravos em uma terra alheia, agora se cumpriu a escravidão do povo hebreu e agora Deus envia o profeta Moisés para a liberação do povo hebreu.

         E este Anjo do Senhor — que é o mesmo Senhor, o mesmo Deus em Seu corpo teofânico — é quem vai libertar o povo hebreu, mas para realizar essa Obra Ele envia um profeta dispensacional; porque Deus sempre atuou e sempre atuará por meio de um profeta neste planeta Terra.

         Agora, Moisés é um profeta dispensacional.

         Disse que há sete profetas dispensacionais: Adão, Sete, Noé…

•        O quarto profeta dispensacional é Abraão, o Pai da Fé; ele é o profeta da Dispensação da Promessa.

•        E em seguida, o profeta Moisés é o quinto profeta dispensacional. Ele é o profeta da quinta Dispensação, da Dispensação da Lei; por isso veio com a Mensagem da Lei.

•        E o sexto profeta dispensacional é o Senhor Jesus Cristo; Ele é o profeta da Dispensação da Graça.

•        E o profeta da sétima Dispensação, da Dispensação do Reino, é o Anjo do Senhor Jesus Cristo, o qual e do qual Jesus Cristo diz em Apocalipse 22, versículo 16:

         “Eu, Jesus, enviei o meu anjo, para vos testificar estas coisas nas igrejas.”

         Por isso foi que João o apóstolo quis adorar em duas ocasiões o Anjo de Jesus Cristo, e ele disse que não o fizesse. João quis adorá-lo porque viu a manifestação de Deus, de Jesus Cristo, em Seu Anjo Mensageiro; mas o Anjo lhe disse que não o fizesse. Por quê? O Anjo disse: “Eu sou conservo teu e de seus irmãos os profetas.”

         Agora, o que diz Amós, capítulo 3, versículo 7? “Porque não fará nada o Senhor, sem antes revelar Seus segredos aos Seus servos Seus profetas.” Os servos de Deus são os profetas de Deus.

         E agora, este Anjo diz que ele é conservo de João e dos profetas. Por quê? Porque é outro profeta: o último dos profetas de Deus, enviado no Último dia para dar testemunho de todas estas coisas que devem acontecer neste tempo final.

         E por meio desse profeta é que a humanidade poderá saber as coisas que estarão acontecendo neste tempo final. Não há outra forma para a humanidade conhecer as coisas que hão de acontecer. Por isso diz Jesus:

         “Eu, Jesus, enviei o meu anjo, para vos testificar estas coisas nas igrejas.”

         Ou seja: que envia para todas as Igrejas um profeta dispensacional com uma Mensagem dispensacional: com a Mensagem do Evangelho do Reino para a sétima Dispensação.

         E em Apocalipse, capítulo 4, versículo 1, diz aqui Cristo, diz: “Sobe aqui”. Vamos lê-lo completo; o versículo 1 do capítulo 4 de Apocalipse diz:

         “Depois destas coisas, olhei, e eis que estava uma porta aberta no céu; e a primeira voz, que como de trombeta ouvira falar comigo, disse: Sobe aqui, e mostrar-te-ei as coisas que depois destas devem acontecer (as coisas que acontecerão depois das que já aconteceram nestes dois mil anos que transcorreram).”

         Agora as coisas que hão acontecer, neste tempo final, Cristo diz que vai revelar aos que subirem onde Ele está.

         E agora, onde Ele está?

         Ele esteve em Sua Igreja de era em era. Sua Igreja esteve passando por diferentes etapas. Estas etapas estão neste diagrama que o reverendo William Branham usou na mensagem “A estatura de um homem perfeito” e em outras mensagens.

         E aqui temos a Igreja do Senhor Jesus Cristo, neste espaço pequeno, lá nascendo o Dia de Pentecostes e estando no meio do povo hebreu a Igreja de Jesus Cristo.

         Em seguida temos esta parte mais ampla aqui, que é a primeira etapa ou era da Igreja de Jesus Cristo entre os gentios lá na Ásia Menor. E em seguida, encontramos também que o mensageiro de Jesus Cristo através do qual Cristo estava manifestado entre os gentios naquele tempo era o apóstolo São Paulo, ao qual Cristo lhe revelou todas as coisas correspondentes a essa primeira etapa da Igreja de Jesus Cristo.

         E agora, de era em era, vejam vocês, a Igreja de Jesus Cristo esteve viajando.

         A primeira era da Igreja entre os gentios se cumpriu na Ásia Menor. A segunda se cumpriu na França; seu mensageiro foi Irineu, por meio do qual Jesus Cristo em Espírito Santo esteve manifestado e esteve falando ao Seu povo, e chamando e juntando os Seus escolhidos, Suas ovelhas…

         Pois Ele disse: “Eu sou o bom Pastor, e conheço as minhas ovelhas, e das minhas sou conhecido”. Também disse: “Ainda tenho outras ovelhas que não são deste aprisco; também me convém agregar estas, e elas ouvirão a minha voz, e haverá um rebanho e um Pastor.”

         E como vamos escutar a Voz de Cristo, se Ele subiu ao Céu e se sentou à destra de Deus? Pois Cristo em Espírito Santo manifestado em cada mensageiro esteve falando e esteve chamando e juntando as Suas ovelhas, que são os filhos e filhas de Deus, que têm seus nomes escritos no Céu, no Livro da Vida do Cordeiro.

         E agora vejam vocês como enviou estes sete mensageiros para as sete etapas da Igreja gentia ou da Igreja entre os gentios:

         Aqui enviou Irineu, lá na França. Em seguida tivemos a terceira era; que foi na França e na Hungria, onde Deus enviou Martin. Em seguida temos a quarta etapa, que se cumpriu na Irlanda e na Escócia, e seu mensageiro foi Colombo. Em seguida temos a quinta etapa, a qual se cumpriu na Alemanha, e seu mensageiro foi Lutero, o doutor Lutero. Em seguida temos a sexta etapa e essa etapa se cumpriu na Inglaterra, e seu mensageiro foi John Wesley. Em seguida temos a sétima etapa da Igreja de Jesus Cristo entre os gentios, a qual se cumpriu na América do Norte, e seu mensageiro foi o reverendo William Branham.

         E em seguida, não ficou algo para a América Latina e o Caribe? Deus não deixou algo, alguma bênção para os latino-americanos e caribenhos? Ou terá acontecido como alguns pensam; que Deus se esqueceu da América Latina e do Caribe?

         Deus não se esqueceu. É que Deus tinha o melhor para os latino-americanos e caribenhos; porque “é melhor o fim do negócio que o princípio.”

         E agora, a Era da Pedra Angular corresponde à América Latina e ao Caribe, onde Jesus Cristo em Espírito Santo estaria manifestado chamando e juntando todos os Seus escolhidos.

         E agora, Jesus Cristo em Espírito Santo esteve subindo de era em era, e agora subiu à Era da Pedra Angular e nos diz:

         “Sobe aqui (onde? À Era da Pedra Angular), e mostrar-te-ei as coisas que depois destas devem acontecer.”

         E agora por meio de quem estará manifestado, Jesus Cristo, nos mostrando todas estas coisas que em breve devem acontecer? Pois Ele prometeu nos revelar todas estas coisas que em breve devem acontecer.

         A quem enviará revelando todas estas coisas? Pois esse que virá revelando essas coisas será aquele onde estará Jesus Cristo em Espírito Santo, o Anjo do Pacto, manifestado neste tempo final.

         E se vai enviar alguém, Ele tem que ter prometido em Sua Palavra; e Ele disse: “Eu, Jesus, enviei o meu o anjo, para vos testificar estas coisas nas igrejas”. (Apocalipse, capítulo 22, versículo 16).

         E também em Apocalipse, capítulo 22, versículo 6, temos a mesma promessa; diz: “E disse-me o anjo: Estas palavras são fiéis e verdadeiras. O Senhor, o Deus dos santos profetas, enviou o seu anjo (para que?), para mostrar aos seus servos as coisas que em breve hão de acontecer.”

         O que vem mostrando este Anjo do Senhor Jesus Cristo? As coisas que em breve devem acontecer.

         Todas as coisas que hão de acontecer conforme as profecias bíblicas correspondentes a este tempo final, este mensageiro as estará abrindo ao público, as estará revelando; porque esse Anjo Mensageiro de Jesus Cristo é Seu enviado para este tempo final.

         Este Anjo Mensageiro é o profeta da sétima Dispensação, da Dispensação do Reino.

         É a primeira ocasião em que Jesus Cristo envia à Sua Igreja um profeta dispensacional, ou seja: um profeta maior; um profeta maior que São Paulo, um profeta maior que Irineu, que Martin, que Colombo, que Lutero, que Wesley e que o reverendo William Branham; porque eles foram mensageiros de eras, mas este Anjo Mensageiro de Jesus Cristo é um profeta dispensacional.

         Com razão João o apóstolo quis adorá-lo, porque viu a manifestação de Jesus Cristo, do Anjo do Pacto em Seu Anjo Mensageiro, e por meio do Seu Anjo Mensageiro realizando todas as coisas que Cristo prometeu fazer neste tempo final.

         Por isso é que por meio desse Anjo Mensageiro vem essa Grande Voz de Trombeta ou Trombeta Final, que é a Trombeta de Deus, a Mensagem de Deus, o Evangelho do Reino, para todos os seres humanos que vivem neste tempo final; e nessa Mensagem do Evangelho do Reino estão todas as coisas que em breve devem acontecer sendo reveladas todos os seres humanos.

         Somente por meio desse Anjo Mensageiro é que os seres humanos poderão obter o conhecimento de todas estas coisas que em breve devem acontecer e poderão obter o conhecimento e a fé para serem transformados e raptados, levados à Ceia das Bodas do Cordeiro neste tempo final. Não há outra forma.

         Jesus Cristo falando em São Mateus, capítulo 24, versículo 31, disse:

         “E ele enviará os seus anjos com rijo clamor de trombeta, os quais ajuntarão os seus escolhidos…”

         Esta Grande Voz de Trombeta é a Trombeta do Evangelho do Reino revelando o mistério da Vinda do Filho do Homem, revelando o mistério da Segunda Vinda de Cristo, revelando o mistério da Vinda do Filho do Homem, a Vinda do Anjo do Senhor, a Vinda do Anjo do Pacto, o qual, conforme as profecias; estará nesta Terra manifestado neste tempo final em carne humana.

         O que foi a Primeira Vinda de Cristo? Foi a Vinda do Verbo encarnado.

         E onde temos a promessa de que voltará o Verbo, o Anjo do Senhor, o Anjo do Pacto, o Anjo que libertou o povo hebreu e os levou a terra prometida? Onde está essa promessa de que Ele voltará?

         Toda promessa que está nas profecias correspondentes ao Último dia, com relação à Vinda do Filho do Homem, todas essas profecias que Jesus Cristo mesmo deu sobre a Vinda do Filho do Homem para o Último dia como nos dias de Noé, é e são as promessas da Vinda do Verbo, do Anjo do Pacto, do Anjo do Senhor, para este tempo final.

         E em Apocalipse, capítulo 19, versículo 11 em diante, temos aqui a promessa da Vinda do Verbo. Capítulo 19, versículo 11 em diante, diz, de Apocalipse:

         “E vi o céu aberto, e eis um cavalo branco. O que estava assentado sobre ele chama-se Fiel e Verdadeiro e julga e peleja com justiça.

          E os seus olhos eram como chama de fogo; e sobre a sua cabeça havia muitos diademas; e tinha um nome escrito que ninguém sabia, senão ele mesmo.

         E estava vestido de uma veste salpicada de sangue, e o nome pelo qual se chama é a Palavra de Deus.”

         Aí temos a Vinda do Verbo para o Último dia.

         Dois mil anos atrás o Verbo, o Anjo do Senhor, veio em carne humana e foi conhecido pelo nome de Jesus; e para este tempo final temos a promessa da Vinda do Verbo, a Vinda do Cavaleiro do cavalo branco de Apocalipse 19. E diz que virá com um nome que ninguém entendia. Ou seja: que vem com um nome novo, porque o nome Jesus todos já o conhecemos e todos o entendemos; significa ‘Redentor’. Jesus: ‘Redentor’ ou ‘Salvador’. Mas agora vem com um nome que ninguém conhecia a não ser Ele mesmo.

         “E estava vestido de uma veste salpicada de sangue, e o nome pelo qual se chama é a Palavra de Deus (é o Nome do Verbo de Deus).

         Agora, Deus a Moisés… no capítulo 3 do Êxodo… vejamos o que Moisés quis saber. Capítulo 3, versículo 13 em diante, diz, de Êxodo:

         “Então, disse Moisés a Deus: Eis que quando vier aos filhos de Israel e lhes disser: O Deus de vossos pais me enviou a vós; e eles me disserem: Qual é o seu nome? Que lhes direi?

         E disse Deus a Moisés: EU SOU O QUE SOU. Disse mais: Assim dirás aos filhos de Israel: EU SOU me enviou a vós.”

         Nos originais diz: YHWH. Esse é o nome que foi dado a Moisés como o Nome de Deus, como o Nome Eterno de Deus. E por quanto Deus estava manifestado nesse corpo teofânico da sexta dimensão chamado o Anjo do Senhor, pois o Nome estava nesse Anjo; porque esse Anjo é o corpo onde Deus estava manifestado, ou seja: que esse é o corpo de Deus da sexta dimensão.

         Por isso no livro de Êxodo, capítulo 23, versículo 20 em diante, diz:

         “Eis que eu envio um Anjo diante de ti, para que te guarde neste caminho e te leve ao lugar que te tenho aparelhado.

         Guarda-te diante dele, e ouve a sua voz, e não o provoques à ira; porque não perdoará a vossa rebelião; porque o meu nome está nele.”

         Onde está o Nome de Deus, conforme ao que está sendo dito aqui por Deus? Está no Anjo do Senhor. Aí é onde está YHWH.

         Esse Nome o povo hebreu não o pronuncia, e também não sabe a pronúncia dessas quatro consoantes.

         Agora, podemos ver que este, sendo o Nome Eterno de Deus, foi colocado no Anjo do Senhor, o Anjo do Pacto, que é o corpo teofânico de Deus da sexta dimensão; e em seguida quando se fez carne aqui na Terra encontramos que Jesus Cristo disse: “Eu vim em nome de meu Pai”. Por isso é que encontramos que o nome Jesus no hebraico é Yoshua ou Josué, e por isso encontramos que começa em hebraico com o “Y”, que é a primeira letra destas quatro consonantes que o Anjo do Senhor deu a Moisés.

         Agora, encontramos que aqui o Cavaleiro do cavalo branco de Apocalipse 19 vem com um nome que ninguém entende, só Ele; e Seu Nome é O VERBO DE DEUS.

         É a Vinda do Anjo do Pacto, do Anjo do Senhor, é a Vinda do Verbo, é a Vinda do que libertou o povo hebreu, o qual esteve dois mil anos atrás manifestado na Terra em carne humana; no véu de carne chamado Jesus. E agora Ele virá: esse Anjo do Pacto, o Anjo do Senhor virá novamente à Terra manifestado.

         Ele se manifestou no Antigo Testamento nos Seus profetas, na porção correspondente a cada tempo, e também se manifestou nos apóstolos e nos diferentes mensageiros da Igreja de Jesus Cristo; mas em Jesus se manifestou em toda Sua plenitude. E para o Último dia Ele se manifestará em toda Sua plenitude novamente.

         E é muito importante poder ver a Vinda do Verbo encarnado no Último dia, porque Ele vem com um nome que ninguém entendia; e se ninguém o entendia, pois ninguém imaginava que Ele viria com esse nome.

         É que por acaso Jesus tem outro nome, o qual não revelou quando veio dois mil anos atrás? Se Jesus estivesse aqui, se Jesus estivesse aqui na Terra, quantos lhe perguntariam isso? Pois vejam, não se preocupem: Ele já respondeu a vocês essa pergunta; porque essa pergunta estaria na mente de todas as pessoas.

         Em Apocalipse, capítulo 2, versículo 17, está aí a resposta, e em outro lugar que em seguida lhes direi.

         Quando o profeta Daniel interpretou o sonho a Nabucodonosor, o qual viu uma imagem (ou seja: uma estátua) com a cabeça de ouro, o peito e os braços de prata, o ventre e as coxas de bronze, e as pernas e os pés… as pernas de ferro e os pés de ferro e de barro …, o que representava o reino dos gentios passando pelas suas diferentes etapas, até chegar a este tempo final em que se encontra nos pés de ferro e de barro; vejam, diz o profeta Daniel ao rei Nabucodonosor que o rei viu que uma pedra foi cortada do monte, não com mão humana, e veio e feriu a imagem (ou seja: à estátua) nos pés de ferro e de barro.

         Essa Pedra não cortada por mãos todos sabem que é a Segunda Vinda de Cristo, porque Ele é a Pedra Angular, a Pedra de Ângulo que os edificadores rejeitaram na Sua Primeira Vinda; e se tornou cabeça de ângulo. Portanto, essa Pedra, vejam vocês, para o Último dia está prometida para vir.

         E agora, vejamos o que nos diz aqui Apocalipse, capítulo 2, versículo 17, com relação à Vinda dessa Pedra:

         Quem tem ouvidos ouça o que o Espírito diz às igrejas: Ao que vencer darei eu a comer do maná escondido…”

         Esse Maná escondido é a revelação da Segunda Vinda de Cristo; e todos os escolhidos de Deus estarão comendo esse Maná escondido, essa revelação que foi escondida de todos os filhos e filhas de Deus que viveram no passado.

         E agora, vejam, onde estava o maná escondido no templo? Estava no lugar santíssimo; e representa a revelação da Segunda Vinda de Cristo.

         E agora, as sete etapas ou eras da Igreja gentia correspondem; na tipologia colocada no templo, as sete eras correspondem ao lugar santo do templo que Moisés construiu e do templo que Salomão construiu. E a Era da Pedra Angular corresponde ao Lugar Santíssimo do Templo espiritual de Cristo.

         E assim como esteve o maná colocado no templo: no lugar santíssimo, em uma urna de ouro, assim também na Era da Pedra Angular estará o Maná escondido da revelação da Segunda Vinda de Cristo para todos os filhos e filhas de Deus que estarão no Lugar Santíssimo do Templo espiritual de Jesus Cristo. Por isso Ele diz: “Sobe até aqui, e eu te mostrarei as coisas que hão de acontecer depois destas”.

         Agora podemos ver que a América Latina e o Caribe têem a maior bênção que nação alguma tenha tido: tem a bênção do Último dia; e correspondeu ser o território que tem os filhos e filhas de Deus que virão fazer parte do Lugar Santíssimo desse Templo espiritual de Cristo; porque o Templo espiritual de Jesus Cristo é Sua Igreja. E por isso Ele esteve chamando e juntando os Seus escolhidos no Seu Corpo Místico de crentes, que é Sua Igreja.

         Por isso também São Pedro diz que somos pedras vivas, pedras vivas sendo colocados todos em um Templo espiritual; assim como Cristo é a Pedra viva, a Pedra Angular que os edificadores rejeitaram dois mil anos atrás.

         Quais eram os edificadores naquele tempo? Pois os líderes religiosos da religião hebraica, encabeçado esse grupo de ministros daquele tempo no sumo sacerdote e o Concílio da religião hebraica, o Concílio do Sinédrio, composto por setenta sábios religiosos da religião hebraica, do judaísmo.

         Agora, vejam vocês, eles foram os que rejeitaram Cristo. E graças a Deus que isso ocorreu e deu lugar à morte de Cristo na Cruz do Calvário levando nossos pecados para nos limpar, com Seu Sangue, de todo pecado.

         Se isso não ocorre e o povo hebreu reconhece Cristo e a religião hebraica com seus líderes religiosos o reconhecem, reconhecem que Ele é o Messias e o colocam no Trono de Davi, o sentam no Trono de Davi; não se realizava a redenção do ser humano; e os gentios não teriam tido a oportunidade que tiveram por estes dois mil anos que estiveram transcorrendo (e ainda resta um pouquinho de tempo, entre os gentios).

         Agora, nós estamos vivendo no tempo maior e glorioso de todos os tempos.

         Agora, falando desta Pedra Angular, que é a Segunda Vinda de Cristo (a qual o rei Nabucodonosor viu e a interpretou também o profeta Daniel no capítulo 2 do livro de Daniel), vejam, agora, diz:

         “… e dar-lhe-ei uma pedra branca, e na pedra um novo nome escrito…”

         E a Pedrinha branca representa a Segunda Vinda de Cristo. Ele é a Pedra que os edificadores rejeitaram, e para este tempo final está prometida Sua Vinda: a Vinda do Anjo do Senhor, a Vinda do Anjo do Pacto. Mas agora diz que essa Pedrinha tem um nome novo, o qual ninguém conhece a não ser aquele que o recebe.

         Aqui podemos ver que o Cavaleiro do cavalo branco de Apocalipse 19 vindo com um nome que ninguém sabe, com um nome novo, e aqui a Pedrinha vindo com um nome novo, é o mesmo Senhor Jesus Cristo, o Anjo do Senhor, o Anjo do Pacto vindo no Último Dia, o Verbo vindo no Último dia em carne humana.

         E agora, será possível que Jesus Cristo tenha um novo nome? Essa é a surpresa que a humanidade estará levando neste tempo final, porque Ele vem com um nome que ninguém entende.

         Apocalipse 19, a Vinda desse Cavaleiro do cavalo branco de Apocalipse 19 com um nome que ninguém entende, é a Segunda Vinda de Cristo; é a Segunda Vinda do Anjo do Senhor, do Anjo do Pacto, que libertou o povo hebreu; e nele é que está o Nome de Deus:

         “… não te rebeles contra ele; ele não perdoará a vossa rebeldia; pois nele está o meu nome.”

         Em quem? No Anjo do Pacto, o Anjo do Senhor, o que libertou o povo hebreu e o qual é o corpo da sexta dimensão de Deus.

         E agora, vejamos o que diz Jesus Cristo no capítulo 3, versículo 12, de Apocalipse, e vamos ver se verdadeiramente Jesus tem ou não tem um nome novo; e se Ele o diz, então nós cremos. Apocalipse, capítulo 3, versículo 12, diz:

         “A quem vencer, eu o farei coluna no templo do meu Deus, e dele nunca sairá; e escreverei sobre ele o nome do meu Deus e o nome da cidade do meu Deus, a nova Jerusalém, que desce do céu, do meu Deus, e também o meu novo nome.”

         Tem ou não tem Jesus Cristo um nome novo? Ele o disse.

         Agora, esse é o Nome Eterno de Deus, o Nome que foi dado ao profeta Moisés pelo Anjo do Senhor; porque o Nome Eterno de Deus está onde? No Anjo do Senhor, o Anjo do Pacto. E para o Último dia, para o tempo final, vindo o Anjo do Pacto, o Anjo do Senhor manifestado no cumprimento de Sua Vinda em carne humana, virá com esse Nome Eterno de Deus.

         E agora Cristo diz “A quem vencer”. A quem vencer o que fará com o que vencer? Diz:

         “… e escreverei sobre ele o nome do meu Deus e o nome da cidade do meu Deus (…), o meu novo nome.”

         Isso será cumprido na Vinda do Anjo do Senhor, do Anjo do Pacto, em carne humana, no véu de carne onde se cumprir a Vinda do Anjo do Senhor; e aí estará manifestado o Nome Eterno de Deus e Nome Novo do Senhor Jesus Cristo.

         Agora, o precursor da Segunda Vinda de Cristo falou deste mistério também no livro Os Selos, página 131, e diz da seguinte maneira:

         “131. E agora Jesus: Seu Nome sobre a Terra foi Jesus o Redentor, porque Ele foi o Redentor quando esteve sobre a Terra; mas quando conquistou o inferno e a morte, venceu-os e ascendeu (ou seja: subiu), então recebeu um novo Nome. Por essa razão é que gritam e fazem tanto ruído e não recebem nada. Será revelado nos Trovões.

         132. Notem o mistério. Ele vem cavalgando. Tem que haver algo para mudar esta igreja. Vocês sabem isso. Tem que vir algo! Agora notem: Ninguém entendia esse nome, a não ser Ele mesmo.

         ‘E estava vestido de um manto salpicado de sangue: e seu nome é chamado O VERBO de Deus.

         E os exércitos que estão no céu o seguiam em cavalos brancos, vestidos de linho muito fino, branco e limpo.

         E de sua boca sai uma espada afiada, para ferir com ela as gentes (essa espada é a Palavra de Deus); e ele os regerá com vara de ferro; e ele pisa no lagar do vinho do furor, e da ira de Deus Todo-poderoso.

         E no seu manto e na sua coxa tem escrito este nome: REI DOS REIS E SENHOR DOS SENHORES’.

         Apocalipse 19:13-16

         133. Ali vem o Messias, ali é onde está.”

         É a Vinda do Anjo do Senhor, do Anjo do Pacto; essa é a Vinda do Cavaleiro do cavalo branco de Apocalipse 19.

         E agora, na página 277 do livro Os Selos em espanhol, diz o precursor da Segunda Vinda de Cristo, orando diz:

         “[240]. … pedimos que o Espírito Santo venha agora mesmo, o Cavaleiro do verdadeiro cavalo branco…”

         Quem é o Cavaleiro do verdadeiro cabelo branco? O Espírito Santo, o qual é o Anjo do Senhor, o qual é o mesmo Jesus Cristo em Espírito Santo, ou seja: em Seu corpo teofânico.

         “… enquanto Seu Espírito, o Espírito de Cristo, entre em confrontação com o anticristo, e Ele chame os Seus.”

         Para o que vem? Para chamar os Seus.

         E na página 256 do livro Os Selos em espanhol diz:

         “121. Mas quando nosso Senhor aparecer sobre a Terra, Ele virá sobre um cavalo branco como a neve, e será completamente Emanuel — a Palavra de Deus encarnada em um homem.”

         O que será a Vinda do Cavaleiro do cavalo branco de Apocalipse 19, o qual vem com um nome que ninguém entende? Será a Vinda da Palavra encarnada em um homem.

         Se encontrarmos esse homem onde a Palavra estiver encarnada, pois estaremos encontrando o Cavaleiro do cavalo branco de Apocalipse 19, a Jesus Cristo em Espírito Santo, ao Anjo do Senhor, o Anjo do Pacto, ao Anjo que libertou o povo hebreu; o estaremos encontrando vestido de um corpo humano, vestido de carne, em um homem deste tempo final.

         E agora, vejam como também na página 146 do livro Os Selos em espanhol diz:

         “[192]. … o Espírito Santo sobe e vem encarnado em um homem…”

         E agora, como sobe e vem encarnado em um homem? Jesus Cristo em Espírito Santo esteve subindo de era em era, e agora sobe à Era da Pedra Angular e vem o Espírito Santo encarnado em um homem, ou seja: vem manifestado em um homem deste tempo final; e esse homem tem que ser um profeta, e tem que ser um profeta dispensacional, e tem que ser o Anjo Mensageiro da Era da Pedra Angular: tem que ser o Anjo do Senhor Jesus Cristo.

         Com razão João quis adorar o Anjo de Jesus Cristo. Vejamos aqui as duas ocasiões em que João o apóstolo quis adorar o Anjo de Jesus Cristo. Apocalipse, capítulo 19, versículos 7 ao 10, diz:

         “Regozijemo-nos, e alegremo-nos, e demos-lhe glória, porque vindas são as bodas do Cordeiro, e já a sua esposa se aprontou.

         E foi-lhe dado que se vestisse de linho fino, puro e resplandecente; porque o linho fino são as justiças dos santos.

         E disse-me: Escreve: Bem-aventurados aqueles que são chamados à ceia das bodas do Cordeiro. E disse-me: Estas são as verdadeiras palavras de Deus.

         E eu lancei-me a seus pés para o adorar, mas ele disse-me: Olha, não faças tal; sou teu conservo e de teus irmãos que têm o testemunho de Jesus; adora a Deus; porque o testemunho de Jesus é o espírito de profecia.”

         Este Anjo não permitiu que João lhe rendesse adoração porque este Anjo é o profeta da Era da Pedra Angular e da Dispensação do Reino. E embora seja um profeta maior, dos sete grandes profetas que Deus enviou à Terra (Adão, Sete, Noé, Abraão, Moisés, Jesus e em seguida como último o Anjo do Senhor Jesus Cristo), é a primeira vez que Jesus Cristo envia à Sua Igreja um profeta dispensacional.

         Por isso quando falou deste tempo final disse que seria como nos dias de Noé o tempo onde o Filho do Homem se manifestaria, onde o Anjo do Senhor, o Anjo do Pacto estaria manifestado em carne humana no Anjo do Senhor Jesus Cristo.

         Nesse Anjo do Senhor Jesus Cristo, nesse profeta do Senhor Jesus Cristo do Último dia, da Era da Pedra Angular e Dispensação do Reino, é que estaria o Verbo, a Palavra, o Anjo do Senhor, manifestado em carne humana; e o Anjo do Senhor é o que tem o Nome Eterno de Deus. Portanto haverá uma manifestação poderosa do Nome Eterno de Deus através do Anjo do Senhor Jesus Cristo.

         E será a obra não de um homem, a mas a Obra do Anjo do Senhor, a Obra do Anjo que libertou o povo hebreu, a Obra do Anjo que se fez carne naquele véu de carne chamado Jesus Cristo para fazer a Obra de Redenção dois mil anos atrás; o qual esteve em Sua Igreja de era em era, e neste tempo final estaria também em Sua Igreja manifestado: no Seu Anjo Mensageiro, na Era da Pedra Angular e Dispensação do Reino.

         Agora vejamos, diz João no capítulo 22, versículo 8 em diante, do Apocalipse:

         “E eu, João, sou aquele que vi e ouvi estas coisas. E, havendo-as ouvido e visto, prostrei-me aos pés do anjo que mas mostrava para o adorar.

         E disse-me: Olha, não faças tal, porque eu sou conservo teu e de teus irmãos, os profetas, e dos que guardam as palavras deste livro. Adora a Deus.”

         Aqui novamente João quis adorá-lo e o Anjo lhe disse que não. Por quê? Porque ele é um profeta mensageiro.

         Por isso podemos ver que este Anjo não é o Senhor Jesus Cristo. Ele somente é o instrumento de Jesus Cristo, o instrumento de Deus, para a manifestação de Deus, de Jesus Cristo, do Anjo do Senhor, a manifestação do Verbo através de carne humana neste tempo final.

         Agora podemos ver que o Anjo de Jesus Cristo não é o Senhor Jesus Cristo; ele somente é um homem deste tempo final, um profeta: o profeta da sétima Dispensação, um profeta dispensacional; o último profeta de Deus, e dispensacional.

         Agora podemos ver que este grande mistério da Vinda do Anjo do Senhor, do Anjo do Pacto, a Vinda do Verbo, que estava com Deus e era Deus, para este tempo final estará em carne humana no Anjo de Jesus Cristo; manifestado o Verbo, a Palavra, a Palavra encarnada em um homem, a Palavra, o Verbo encarnado no Anjo do Senhor Jesus Cristo, nos revelando todas estas coisas que em breve devem acontecer, neste tempo final.

         Agora, tendo toda a história bíblica, onde vimos Deus manifestando-se de era em era por meio de Seus profetas e revelando às pessoas as coisas que Deus quis que as pessoas soubessem, agora devemos ter todo esse fundamento para poder compreender o que é a Vinda do Anjo do Senhor, do Anjo do Pacto, que é a Vinda de Jesus Cristo em Espírito Santo manifestado em carne humana em Seu Anjo Mensageiro neste tempo final.

         Mas Seu Anjo Mensageiro não é o Senhor Jesus Cristo, ele somente é o profeta mensageiro da Era da Pedra Angular e da Dispensação do Reino. Por isso é que Jesus Cristo, quando falou da Vinda do Filho do Homem para os dias últimos, disse que seria como nos dias de Noé e como nos dias de Ló.

         Nos dias de Ló houve um profeta dispensacional ali, que foi Abraão, o qual intercedeu pela sua família: intercedeu por Ló e sua casa, porque é família de Abraão. Tratou de interceder também por toda a cidade de Sodoma e Gomorra e demais cidades, mas era nessário da parte de Deus, que nessa cidade de Sodoma houvesse não menos de 10 pessoas justas; e quando se calcula somente estava Ló, sua esposa e suas 2 filhas: 4 pessoas.

         E Abraão não podia continuar descendo de número, Abraão chegou até 10. Por quê? Porque o mundo pré-diluviano foi destruído e houve 8 pessoas justas: Noé e sua esposa, os 3 filhos de Noé (já são, quanto? 5) e as 3 esposas dos filhos de Noé, são 8 pessoas. E se Deus não perdoou ao mundo pré-diluviano mesmo que tivesse 8 pessoas justas…

         E justas por quê? Justas porque ofereciam a Deus o sacrifício pelo pecado, e o sangue desse sacrifício desses animaizinhos cobria o pecado dessas pessoas diante de Deus.

         E agora, o Sangue de Jesus Cristo nos limpa de todo pecado. Necessitamos ter sempre o Sangue de Jesus Cristo aplicado em nossa alma; de outra forma qualquer pecado nosso será visto por Deus, e a recompensa do pecado é morte.

         Agora, vejam, os pecados da geração pré-diluviana estavam sendo vistos por Deus porque eles não tinham a revelação divina que Noé tinha; e por isso veio a destruição sobre a raça humana.

         Agora estamos vivendo em tempos como os de Noé e em tempos como os de Abraão.

         Abraão intercedeu por Sodoma e Gomorra, mas não foi concedido seu pedido porque não houve 10 pessoas justas na cidade de Sodoma. Mas Deus escutou o pedido de Abraão por seu sobrinho Ló e então teve que tirar Ló de Sodoma e Gomorra; os Arcanjos Gabriel e Miguel tiraram Ló e sua família de Sodoma.

         Ló ali era como o governador daquela cidade, tinha chegado a um posto alto; mas vejam vocês, a cidade não estava servindo a Deus. Assim que teve que ser tirado Ló e sua família de Sodoma para o juízo divino cair sobre Sodoma e Gomorra.

         E nós estamos vivendo em tempos como os de Ló, onde o juízo divino cairá sobre a raça humana; virá o fogo atômico sobre a raça humana.

         Mas havendo neste tempo final um profeta dispensacional, o qual estará na Terra, o Anjo do Senhor Jesus Cristo, o profeta da Dispensação do Reino, ele estará orando a Deus por todos os filhos e filhas de Deus; e estará orando a Deus pelo território onde está se cumprindo a Era da Pedra Angular: estará orando pelo território latino-americano e caribenho, para que Deus o livre da destruição que virá sobre a Terra, que será uma destruição atômica; porque está escrito que virá “aquele dia vem ardendo como forno; todos os soberbos e todos os que cometem impiedade serão como restolho.”

         Estamos vivendo como no tempo de Abraão e de Ló, em tempos paralelos; mas Abraão estava intercedendo por Ló, por seus familiares.

         “ABRAÃO INTERCEDE PELA SUA FAMÍLIA”.

         Assim estará intercedendo também o Anjo do Senhor Jesus Cristo por todos os filhos e filhas de Deus e por toda a América Latina e Caribe.

         Foi para mim um privilégio muito grande estar com vocês nesta noite lhes dando testemunho desta verdade de ABRAÃO INTERCEDENDO PELA SUA FAMÍLIA. Assim também o Anjo de Jesus Cristo estará intercedendo pela sua Família espiritual e pela sua família terrena também.

         Que as bênçãos de Jesus Cristo, o Anjo do Pacto, sejam sobre todos vocês e sobre mim também, e em breve entre até o último dos escolhidos de Deus e em breve sejamos transformados e os mortos em Cristo ressuscitados e levados à Ceia das Bodas do Cordeiro no Céu. No Nome Eterno do Senhor Jesus Cristo. Amém e amém.

         E que Deus ajude a todos para poder compreender todas estas coisas que devem acontecer neste tempo final, as quais estão sendo reveladas neste tempo no qual nós estamos vivendo.

         Que Deus os abençoe, e conosco novamente o reverendo Miguel Bermúdez Marín.

         Muito obrigado pela vossa amável atenção.

         “ABRAÃO INTERCEDE PELA SUA FAMÍLIA”.

Eu, Jesus, enviei o meu anjo para dar a vocês este testemunho concernente às igrejas. Eu sou a Raiz e o Descendente de Davi, e a resplandecente Estrela da Manhã". Apocalipse 22:16