O Caminho para a Vida Eterna - CULTO AO VIVO: "O FILHO DA MÃO DIREITA" - 29 de dezembro de 2019

CULTO AO VIVO: "O FILHO DA MÃO DIREITA"

Reprodução da trasncrição disponível em:

http://carpa.com/pt-br/recursos/conferencias/1998/08/o_filho_da_mao_direita

Muito boa noite amáveis amigos e irmãos presentes aqui na Reynosa, Tamaulipas, República Mexicana. É para mim uma bênção e grande privilégio estar com vocês nesta ocasião, para compartilhar uns momentos de companheirismo ao redor da Palavra de Deus e Seu Programa correspondente a este tempo final.

         Para o qual quero ler no livro ou carta de São Paulo aos Hebreus, capítulo 1, versículos 1 em diante, 1 ao 14, onde diz:

“Havendo Deus, antigamente, falado, muitas vezes e de muitas maneiras, aos pais, pelos profetas, a nós falou-nos, nestes últimos dias, pelo Filho,

a quem constituiu herdeiro de tudo, por quem fez também o mundo.

O qual, sendo o resplendor da sua glória, e a expressa imagem da sua pessoa, e sustentando todas as coisas pela palavra do seu poder, havendo feito por si mesmo a purificação dos nossos pecados, assentou-se à destra da Majestade, nas alturas;

feito tanto mais excelente do que os anjos, quanto herdou mais excelente nome do que eles.

Porque a qual dos anjos disse jamais: Tu és meu Filho, hoje te gerei? E outra vez: Eu lhe serei por Pai, e ele me será por Filho?

E, quando outra vez introduz no mundo o Primogênito, diz: E todos os anjos de Deus o adorem.

E, quanto aos anjos, diz: O que de seus anjos faz ventos e de seus ministros, labareda de fogo.

Mas, do Filho, diz: Ó Deus, o teu trono subsiste pelos séculos dos séculos, cetro de equidade é o cetro do teu reino.

Amaste a justiça e aborreceste a iniquidade; por isso, Deus, o teu Deus, te ungiu com óleo de alegria, mais do que a teus companheiros.

E: Tu, Senhor, no princípio, fundaste a terra, e os céus são obra de tuas mãos;

eles perecerão, mas tu permanecerás; e todos eles, como roupa, envelhecerão,

e, como um manto, os enrolarás, e, como uma veste, se mudarão; mas tu és o mesmo, e os teus anos não acabarão.

E a qual dos anjos disse jamais: Assenta-te à minha destra, até que ponha os teus inimigos por escabelo de teus pés?

Não são, porventura, todos eles espíritos ministradores, enviados para servir a favor daqueles que hão de herdar a salvação?”

         Para esta ocasião nosso tema é: “O FILHO DA MÃO DIREITA”.

         “O FILHO DA MÃO DIREITA”.

         Conforme as Escrituras, Deus sentaria no Seu Trono, à Sua destra, ao Seu Filho. E agora pergunta: “A qual dos anjos Deus disse: Assenta-te à minha destra, até que coloque os teus inimigos por estrado de Teus pés?”. Pois a nenhum dos anjos, a não ser somente ao nosso amado Senhor Jesus Cristo, Deus sentou no Céu, no Trono de Deus do Céu.

         Por isso é que Jesus, sabendo, conhecendo este mistério, conhecendo que Ele se sentaria no Trono de Deus no Céu, em São Mateus, capítulo 26, versículo 63 ao 67, quando o sumo sacerdote quis saber se Jesus era o Cristo, o Filho de Deus vivente, não para dizer que cria n’Ele, mas para condená-lo e sentenciá-lo a morte…; vejam vocês, diz:

         “E Jesus, porém, guardava silêncio. E, insistindo o sumo sacerdote, disse-lhe: Conjuro-te pelo Deus vivo que nos digas se tu és o Cristo, o Filho de Deus.

Disse-lhes Jesus: Tu o disseste; digo-vos, porém, que vereis em breve o Filho do Homem assentado à direita do Todo-poderoso e vindo sobre as nuvens do céu.

Então, o sumo sacerdote rasgou as suas vestes, dizendo: Blasfemou; para que precisamos ainda de testemunhas? Eis que bem ouvistes, agora, a sua blasfêmia.

Que vos parece? E eles, respondendo, disseram (ou seja: os do Concílio do Sinédrio, que são os do Concílio da religião hebraica, os quais eram setenta grandes sábios teólogos, doutores em divindade), disseram (o que disseram?): É réu de morte.”

         Ou seja: que era digno de morte porque tinha dito que era o Filho de Deus e que o veriam sentado à mão direita no Trono de Deus.

         Revelando essa verdade tão grande de que Ele seria quem se sentaria no Trono de Deus no Céu, cada um devia dizer: “Pois tenha misericórdia de nós”. Mas não o reconheceram; não reconheceram essa verdade divina que seria cumprida em Jesus quando morresse, ressuscitasse e subisse ao Céu e se sentasse no Trono de Deus no Céu, à destra de Deus, à destra do poder de Deus.

         Por isso foi que Jesus logo depois de ressuscitado disse: “Todo poder me é dado no Céu e na Terra”. Por quê? Porque se sentou à destra de Deus no Céu.

         Nenhum anjo, nenhum mensageiro podia se sentar nesse Trono de Deus no Céu, somente Jesus Cristo o Filho de Deus, o Primogênito de Deus e Primogênito dentre os mortos; e por essa causa, Ele estando aqui na Terra falava dessa forma, sabendo quem Ele era e onde se sentaria.

         Agora, o diabo lhe ofereceu o trono aqui na Terra, o trono do reino dos gentios; esse trono que veio passando de Nabucodonosor ao império medo-persa, e do império medo-persa ao império da Grécia, e do império da Grécia ao império romano, esse foi o trono que o diabo ofereceu a Cristo, mas Cristo o rejeitou. Por quê? Porque Ele não se sentaria nesse trono, mas que Ele se sentaria no Trono do Pai no Céu. E em seguida, para o glorioso Reino Milenial, se sentaria no Trono de Davi; porque o Reino de Davi e Trono de Davi serão restaurados para o glorioso Reino Milenial, onde Cristo se sentará no Trono de Davi aqui na Terra.

         Agora, Cristo quando subiu ao Céu se sentou no Trono do Pai, mas aqui na Terra, Cristo tem um trono: esse é o Trono de Davi. Esse é o Trono do qual Cristo fala em Apocalipse, capítulo 3, versículo 21, onde Ele diz e faz uma grande promessa (vejamos Apocalipse, capítulo 3, versículo 21): “Ao que vencer, lhe concederei que se assente comigo no meu trono, assim como eu venci e me assentei com meu Pai no seu trono.”

         Assim como Cristo venceu; morreu, ressuscitou e subiu ao Céu vitorioso, e se sentou no Trono do Pai no Céu, à destra de Deus, agora Cristo faz essa mesma promessa ao Vencedor, para sentá-lo no Seu Trono aqui na Terra, que é o Trono de Davi.

         Por isso é que, assim como o Pai lhe deu todo poder no Céu e na Terra quando se sentou no Trono do Pai no Céu, agora ao Vencedor, Cristo lhe dará também poder como o Pai lhe deu poder lá no Céu.

         Agora vejam, o mesmo que o Pai fez com Jesus é o que Jesus faz com o Vencedor, para sentá-lo nesse glorioso Trono com Ele, no glorioso Reino Milenial de Cristo.

         Vejam, em Apocalipse, capítulo 2, versículo 26 ao 28, diz:

         “E ao que vencer e guardar até ao fim as minhas obras, eu lhe darei poder sobre as nações,

e com vara de ferro as regerá (ou seja: as governará, as regerá, com vara de ferro), e serão quebradas como vasos de oleiro; como também recebi de meu Pai,”

         Como Cristo recebeu essa autoridade e poder do Pai, agora Cristo dará esse poder e essa autoridade no Seu glorioso Reino, a quem? Ao Vencedor.

         Por isso é que diz Cristo em Apocalipse, capítulo 21, versículo 7:

         “Quem vencer herdará todas as coisas, e eu serei seu Deus, e ele será meu filho.”

         Agora, ao Vencedor, Cristo aqui promete dar por herança todas as coisas; e diz: “... e eu serei seu Deus, e ele será meu filho.”

         Agora, assim como o Pai adotou o Seu Filho Jesus Cristo, e o sentou no Trono no Céu, agora Jesus Cristo adotará um filho d’Ele, um mensageiro vencedor, no Último Dia, no sétimo milênio, e o colocará com Ele no Seu Trono.

         E assim como quando Cristo subiu ao Céu… vejam vocês, Ele recebeu um novo nome; em Apocalipse, capítulo 3, versículo 12, diz:

         “A quem vencer, eu o farei coluna no templo do meu Deus, e dele nunca sairá; e escreverei sobre ele o nome do meu Deus e o nome da cidade do meu Deus, a nova Jerusalém, que desce do céu, do meu Deus, e também o meu novo nome.”

         Agora vejam, vai escrever o Nome de Deus sobre o Vencedor, e o Nome da Cidade de nosso Deus, e Seu Nome Novo. O Nome de nosso Deus, Nome da Cidade de nosso Deus e Nome Novo do Senhor Jesus Cristo é o Nome Eterno de Deus.

         E agora, Cristo recebeu esse Nome Novo quando subiu ao Céu vitorioso, e agora, em Apocalipse, capítulo 2, versículo 17, em Sua Vinda…; porque a Vinda de Cristo para o Último Dia é a Vinda da Pedra não cortada que Daniel viu na interpretação que deu ao sonho de Nabucodonosor (no capítulo 2, versículo 30 ao 45), onde diz que o rei viu uma pedra não cortada por mãos, cortada do monte, a qual veio e feriu a imagem nos pés de ferro e de barro cozido e os esmiuçou.

         Os pés de ferro e de barro cozido é o reino do anticristo no Último Dia; é o reino dos gentios, onde o anticristo (onde estará o diabo encarnado em um homem deste tempo final) estará governando; o anticristo, no qual estará o diabo, estará governando o reino dos gentios no tempo final.

         Esse foi o reino que o diabo ofereceu a Cristo, mas Cristo o rejeitou. Nessa etapa ou nesse tempo de Jesus Cristo estava nas pernas de ferro, e neste tempo final estaria nos pés de ferro e de barro.

         Na etapa dos pés de ferro crucificou Cristo; mas na etapa dos pés de ferro e de barro, a Pedra não cortada por mãos — que é a Segunda Vinda de Cristo — ferirá esse império dos gentios, o reino dos gentios, nos pés de ferro e de barro, e os esmiuçará.

         Agora, nas pernas de ferro, que era o império romano no tempo de Jesus, vejam vocês, foi o império romano que crucificou Cristo a pedido do povo hebreu.

         E agora, vejam como para a Vinda de Cristo para o tempo final, que será a Pedra - a Vinda dessa Pedra não cortada por mãos…; em Apocalipse, capítulo 2, versículo 17, encontramos que essa Pedrinha branca vem com um nome que ninguém entendia a não ser aquele que o recebe. Diz Apocalipse, capítulo 2, versículo 17:

         “Quem tem ouvidos ouça o que o Espírito diz às igrejas: Ao que vencer darei eu a comer do maná escondido…”

         Esse Maná escondido está representado no maná que foi colocado no lugar santíssimo lá no templo que o profeta Moisés construiu. E o templo que o profeta Moisés construiu e o templo que o rei Salomão construiu; representam à Igreja do Senhor Jesus Cristo e representam também o Templo que está no Céu.

         O Lugar Santíssimo do Templo que está no Céu é o lugar do Trono de Deus no Céu, e o Lugar Santíssimo do Templo espiritual de Cristo é a Era da Pedra Angular; e é aí onde está o Maná escondido, a revelação da Segunda Vinda de Cristo, para ser revelada aos filhos e filhas de Deus, para comer dessa revelação, desse Maná escondido, neste tempo final.

         E ao que vencer ele lhe dará desse Maná escondido: ao Anjo Mensageiro Vencedor, que estará no tempo final, lhe dará a revelação da Segunda Vinda de Cristo para ele dá-la a todos os filhos e filhas de Deus na Casa de Deus; porque esse Vencedor é o servo fiel e prudente ao qual pôs seu Senhor sobre Sua Casa para que lhes dê o Alimento a tempo.

         E diz: “Quem é o servo fiel e prudente, ao qual pôs seu Senhor sobre Sua Casa para que lhes dê o Alimento a tempo? Em verdade vos digo que quando seu Senhor venha e lhe ache fazendo assim (ou seja: alimentando os filhos de Deus com a Palavra de Deus, a Mensagem de Deus para este tempo final), em verdade vos digo que sobre todos Seus bens lhe porá”. Ou seja: lhe sentará no Seu Trono, e lhe dará autoridade e poder sobre todas as nações, e será Seu administrador.

         Em São Lucas e São Marcos, quando apresenta o servo fiel e prudente, apresenta-o como o mordomo fiel e prudente ao qual seu Senhor porá sobre todos Seus bens. Por quê? Porque o colocará para estar com Cristo no glorioso Reino Milenial, reinando e governando com Cristo nesse glorioso Reino.

         Agora, vejam vocês, diz que dará a comer do Maná escondido, ou seja: da revelação da Segunda Vinda de Cristo, como o Leão da tribo de Judá, como Rei dos reis e Senhor dos senhores em Sua Obra de Reclamação.

         Para as sete eras da Igreja gentia que já transcorreram; a revelação era a revelação da Primeira Vinda de Cristo como o Cordeiro de Deus tirando o pecado do mundo lá na Cruz do Calvário.

         E essa revelação também nós a temos neste tempo final; mas durante as sete etapas ou eras da Igreja gentia, durante estes dois mil anos que transcorreram, não tinham a revelação da Segunda Vinda de Cristo como o Leão da tribo de Judá; porque essa revelação, que é o Maná escondido que estaria no Lugar Santíssimo do Templo espiritual de Cristo, na Era da Pedra Angular, seria dado a comer aos filhos e filhas de Deus com o Anjo Mensageiro do Último Dia, o qual é o servo fiel e prudente que estaria dando esse alimento espiritual a todos os filhos de Deus onde? Na Casa de Deus, que é a Igreja do Senhor Jesus Cristo.

         E agora, diz [Apocalipse 2:17]:

         “… e dar-lhe-ei uma pedra branca, e na pedra um novo nome escrito, o qual ninguém conhece senão aquele que o recebe.”

         Esse Nome Novo da Pedrinha branca, sendo que a Pedrinha branca é a Segunda Vinda de Cristo, o Nome Novo dessa Pedrinha branca é o Nome Novo do Senhor Jesus Cristo; e esse é o Nome Eterno de Deus.

         Agora vemos aqui que Cristo dará ao Vencedor essa Pedrinha branca, ou seja, a Segunda Vinda de Cristo; e com a Segunda Vinda de Cristo vem o Nome Novo do Senhor Jesus Cristo, que é o Nome Eterno de Deus e Nome da Nova Jerusalém.

         E agora, o Anjo do Pacto ou Anjo do Senhor, no Antigo Testamento, no livro de Êxodo, capítulo 23, versículos 20 em diante, é quem tem esse Nome Eterno de Deus. Diz assim, capítulo 23, versículo 20 ao 23, de Êxodo:

         “Eis que eu envio um Anjo diante de ti, para que te guarde neste caminho e te leve ao lugar que te tenho aparelhado.

Guarda-te diante dele, e ouve a sua voz, e não o provoques à ira; porque não perdoará a vossa rebelião; porque o meu nome está nele.”

         Onde está o Nome de Deus? No Anjo do Pacto, o Anjo do Senhor, que é o mesmo Deus em Seu corpo teofânico. Assim como o nome de cada um de vocês onde está? No seu corpo, que nasceu por meio de seu papai e de sua mamãe; e quando nasceu esse corpinho, foram e o registraram com o nome que eles deram.

         E agora, Deus colocou Seu Nome no Anjo do Pacto, o Anjo do Senhor, que é o corpo teofânico de Deus no qual Deus esteve manifestado e do qual Deus criou os Céus e a Terra, e através do qual Deus se manifestou no Antigo Testamento e apareceu aos profetas do Antigo Testamento; e apareceu em forma visível em muitas ocasiões, e eles disseram que é um varão, um homem, de outra dimensão, o qual lhes falou; mas eles reconheceram que é Deus, o Anjo do Pacto, o Anjo do Senhor.

         Vejam, aqui no livro de Gênesis, capítulo 32, temos um caso muito importante; e é o caso de Jacó, quando se encontrou com o Anjo do Senhor e lutou com Ele toda a noite. Capítulo 32 de Gênesis, versículos 22 em diante, diz:

         “E levantou-se aquela mesma noite, e tomou as suas duas mulheres, e as suas duas servas, e os seus onze filhos, e passou o vau de Jaboque.

E tomou-os e fê-los passar o ribeiro; e fez passar tudo o que tinha.

Jacó, porém, ficou só; e lutou com ele um varão (ou seja, um homem) até que a alva subia.

E, vendo que não prevalecia contra ele, tocou a juntura de sua coxa; e se deslocou a juntura da coxa de Jacó, lutando com ele.

         E disse (o Anjo): Deixa-me ir, porque já a alva subiu. Porém ele disse: Não te deixarei ir, se me não abençoares.”

         E essa é a forma da pessoa se agarrar bem de Deus: se agarrar de tal forma que a pessoa não deixa Deus até receber as bênçãos de Deus.

 “E disse-lhe: Qual é o teu nome? E ele disse: Jacó.

Então, disse: Não se chamará mais o teu nome Jacó, mas Israel, pois, como príncipe, lutaste com Deus e com os homens e prevaleceste.

E Jacó lhe perguntou e disse: Dá-me, peço-te, a saber, o teu nome. E disse: Por que perguntas pelo meu nome? E abençoou-o ali.

E chamou Jacó o nome daquele lugar Peniel, porque dizia: Tenho visto a Deus face a face, e a minha alma foi salva.”

         Viu Deus cara a cara quando viu esse varão, que é o Anjo do Pacto, o Anjo do Senhor, um homem da sexta dimensão, um homem de outra dimensão. Esse homem de outra dimensão é o mesmo Deus em Seu corpo teofânico, chamado também o Anjo do Pacto ou Anjo do Senhor.

         Por isso é que quando apareceu ao profeta Moisés no capítulo 3, versículo 1 em diante, diz [Êxodo]:

         “E apascentava Moisés o rebanho de Jetro, seu sogro, sacerdote em Midiã; e levou o rebanho atrás do deserto e veio ao monte de Deus, a Horebe.

E apareceu-lhe o Anjo do SENHOR em uma chama de fogo, no meio de uma sarça; e olhou, e eis que a sarça ardia no fogo, e a sarça não se consumia.

E Moisés disse: Agora me virarei para lá e verei esta grande visão, porque a sarça se não queima.

E, vendo o SENHOR que se virava para lá a ver, bradou Deus a ele do meio da sarça e disse: Moisés! Moisés! E ele disse: Eis-me aqui.

E disse: Não te chegues para cá; tira os teus sapatos de teus pés; porque o lugar em que tu estás é terra santa.

Disse mais: Eu sou o Deus de teu pai (ou seja: o Deus de Anrão, o pai de Moisés), o Deus de Abraão, o Deus de Isaque e o Deus de Jacó. E Moisés encobriu o seu rosto, porque temeu olhar para Deus.

E disse o SENHOR: Tenho visto atentamente a aflição do meu povo, que está no Egito, e tenho ouvido o seu clamor por causa dos seus exatores, porque conheci as suas dores.

Portanto, desci para livrá-lo da mão dos egípcios e para fazê-lo subir daquela terra a uma terra boa e larga, a uma terra que mana leite e mel; ao lugar do cananeu, e do heteu, e do amorreu, e do ferezeu, e do heveu, e do jebuseu.

E agora, eis que o clamor dos filhos de Israel chegou a mim, e também tenho visto a opressão com que os egípcios os oprimem.

Vem agora, pois, e eu te enviarei a Faraó, para que tires o meu povo, os filhos de Israel, do Egito.

Então, Moisés disse a Deus: Quem sou eu, que vá a Faraó e tire do Egito os filhos de Israel?

E Deus disse: Certamente eu serei contigo; e isto te será por sinal de que eu te enviei: quando houveres tirado este povo do Egito, servireis a Deus neste monte (ou seja: sobre o monte Sinai).

Então, disse Moisés a Deus: Eis que quando vier aos filhos de Israel e lhes disser: O Deus de vossos pais me enviou a vós; e eles me disserem: Qual é o seu nome? Que lhes direi?

E disse Deus a Moisés: EU SOU O QUE SOU. Disse mais: Assim dirás aos filhos de Israel: EU SOU me enviou a vós.”

         Em hebraico, nos originais em hebraico, as letras colocadas aqui como o EU SOU são YHWH, como o Nome de Deus. Por isso é que na Primeira Vinda de Cristo aparece o “Y” e o “H”, porque o nome Jesus em hebraico é Yoshua, que começa com “Y” e também tem o “H”.

         Agora, encontramos aqui que o Anjo do Senhor, o Anjo do Pacto, é o Deus de Abraão, de Isaque e de Jacó, e este é o que viria em carne humana; e por isso Malaquias, capítulo 3, diz: “Eis que eu envio o meu anjo, que preparará o caminho diante de mim (e em seguida diz); e, de repente, virá ao seu templo o Senhor, a quem vós buscais; o anjo do concerto, a quem vós desejais; eis que vem, diz o SENHOR dos Exércitos.”

         Quem viria? O Anjo do Pacto, o Anjo do Senhor. Por isso diz: “No princípio era o Verbo, e o Verbo estava com Deus, e o Verbo era Deus”, e também diz: “E aquele Verbo se fez carne, e habitou entre nós.”

         O Verbo estava com Deus e era Deus porque o Verbo é o Anjo do Pacto, o Anjo do Senhor, o qual é o mesmo Deus em Seu corpo teofânico, que em seguida criou um corpo de carne no ventre de Maria, criando uma célula de vida a qual se multiplicou célula sobre célula e formou assim o corpo de Jesus, o qual nasceu em Belém da Judéia e veio ser Emanuel, que traduzido é: Deus conosco, Deus vestido de carne humana, Deus vindo no meio da raça humana na forma de um homem, de um profeta, para realizar Sua Obra de Redenção como Cordeiro de Deus na Cruz do Calvário.

         E por isso depois que obteve a vitória morrendo, ressuscitando e subindo ao Céu, sentou-se à mão direita de Deus no Céu, no Trono de Deus.

         E agora, assim como Deus fez no Céu, no Seu Trono, no Seu Templo no Céu, no Lugar Santíssimo, onde sentou Cristo…; e esteve fazendo intercessão no Céu, no Trono de Deus, como Cordeiro de Deus e como Sumo Sacerdote, até que entre até o último dos escolhidos de Deus.

         Agora vejam, para o Último Dia, de todos os filhos e filhas de Deus e de todos os anjos mensageiros do Senhor Jesus Cristo de era em era, a quem Jesus Cristo sentará sobre o Seu Trono, esse glorioso Trono do Reino Milenial, que é o Trono de Davi, o qual é o Trono de Cristo para Seu Reino Milenial neste planeta Terra no meio do povo hebreu para reinar sobre todas as nações?

         Pois Ele disse: “Ao que vencer, lhe concederei que se assente comigo no meu trono, assim como eu venci e me assentei com meu Pai no seu trono”. Ao Vencedor dará o Nome Eterno de Deus, Nome da Cidade de nosso Deus e o Seu Nome Novo; Ele diz o escreverá sobre ele, assim como o Pai fez com Jesus.

         E agora, o mesmo que o Pai fez com Jesus no Céu, no Trono que está no Céu, fará Cristo com o Vencedor no Último Dia, no Trono de Davi, sobre o qual Cristo se sentará e com Ele se sentará o Vencedor. “Ao que vencer, lhe concederei que se assente comigo no meu trono, assim como eu venci e me assentei com meu Pai no seu trono.”

         E agora, quem se sentou no Trono do Pai? O Primogênito de Deus. E para o Último Dia, dentre todos os primogênitos de Cristo escritos no Céu, no Livro da Vida do Cordeiro…, que são os membros da Sua Igreja, do Seu Corpo Místico de crentes…, pois em Hebreus, capítulo 12, versículos 22 ao 23, diz-nos:

         “Mas chegastes ao monte Sião, e à cidade do Deus vivo, à Jerusalém celestial, e aos muitos milhares de anjos,

à universal assembleia e igreja dos primogênitos, que estão inscritos nos céus, e a Deus, o Juiz de todos, e aos espíritos dos justos aperfeiçoados;

e a Jesus, o Mediador de uma nova aliança, e ao sangue da aspersão, que fala melhor do que o de Abel.”

         Agora vejam vocês que os primogênitos de Deus, escritos no Céu, no Livro da Vida do Cordeiro, são os filhos e filhas de Deus; são os que receberão Cristo como seu Salvador de era em era, incluindo os anjos mensageiros de cada etapa da Igreja de Jesus Cristo, incluindo a Era da Pedra Angular com o Anjo Mensageiro da Era da Pedra Angular e os escolhidos da Era da Pedra Angular; como também os sete anjos mensageiros das sete eras com os grupos de cada mensageiro de cada era, como também os apóstolos e o grupo das pessoas do tempo dos apóstolos lá na terra de Israel.

         Todos pertencem ao Corpo Místico de Cristo, todos pertencem ao grupo dos primogênitos de Deus escritos no Céu, no Livro da Vida do Cordeiro, desde antes da fundação do mundo.

         Agora, qual desses primogênitos será quem se sentará com Cristo no Seu Trono nesse glorioso Reino Milenial? Esse será o servo fiel e prudente, ao qual quando seu Senhor vier neste Último Dia lhe ache fazendo assim, ou seja: dando o alimento espiritual a tempo a todos os escolhidos de Deus.

         Já partiram os sete anjos mensageiros das sete eras da Igreja gentia. E para este tempo final, que é o tempo para a Segunda Vinda de Cristo, estará na Igreja de Jesus Cristo, na Era da Pedra Angular, lhe dando o alimento espiritual a tempo, o servo fiel e prudente, que é o Anjo do Senhor Jesus Cristo, o qual o Senhor Jesus Cristo encontrará realizando esse trabalho de estar alimentando os filhos e filhas de Deus com o Maná escondido neste tempo final, o Maná escondido da revelação da Segunda Vinda de Cristo; e esse será quem se sentará com Cristo no Seu Trono.

         Porque ao que ache fazendo assim: dando o alimento espiritual a tempo em Sua Vinda, Cristo lhe colocará sobre todos Seus bens. “De certo lhes digo que sobre todos seus bens lhe porá”. Para que? Para que seja administrador dos bens de seu Senhor nesse glorioso Reino Milenial.

         O mesmo que o Pai fez com Jesus no Céu, Cristo o faz no Seu glorioso Reino Milenial.

         Agora, vimos que Jesus Cristo é o Filho da mão direita, que se sentou à destra de Deus no Céu, no Trono de Deus. E agora o Filho da mão direita de Jesus Cristo, que se sentará no Seu Trono nesse glorioso Reino Milenial, será o Anjo Mensageiro do Senhor Jesus Cristo, o servo fiel e prudente, que no Último Dia estaria nos dando o Alimento a tempo na Era da Pedra Angular e Dispensação do Reino; porque esse é um filho primogênito de Deus, junto com todos outros filhos primogênitos de Deus, e esse será quem será adotado neste tempo final, assim como Cristo foi adotado e se sentou no Trono de Deus.

         Agora, os sete anjos mensageiros das sete eras da Igreja gentia, durante o tempo de seus ministérios nenhum deles foi adotado; porque a adoção envolve a transformação do corpo, onde se obterá um novo corpo; o qual foi representado no Monte da Transfiguração, onde Jesus apareceu com Seu rosto como o sol e Suas vestimentas resplandecentes como a luz, e apareceram também Moisés e Elias falando com Ele.

         Para este tempo final estarão Jesus, Moisés e Elias, esses ministérios sendo manifestados pelo Anjo do Pacto, o Anjo do Senhor, o Espírito Santo; e aí estará o Anjo do Senhor Jesus Cristo para ser adotado no Último Dia, na Era da Pedra Angular, que é a Era da Adoção, onde os mortos em Cristo vão ressuscitar em corpos eternos e nós os que vivemos seremos transformados, e assim todos seremos adotados no Reino de Deus.

         Desta adoção nos fala o apóstolo São Paulo na sua carta aos Romanos, capítulo 8, versículos 14 em diante; diz-nos:

         “Porque todos os que são guiados pelo Espírito de Deus, esses são filhos de Deus.

Porque não recebestes o espírito de escravidão, para, outra vez, estardes em temor, mas recebestes o espírito de adoção de filhos, pelo qual clamamos: Aba, Pai.

O mesmo Espírito testifica com o nosso espírito que somos filhos de Deus.

E, se nós somos filhos, somos, logo, herdeiros também, herdeiros de Deus e coerdeiros de Cristo; se é certo que com ele padecemos, para que também com ele sejamos glorificados.

Porque para mim tenho por certo que as aflições deste tempo presente não são para comparar com a glória que em nós há de ser revelada.

Porque a ardente expectação da criatura espera a manifestação dos filhos de Deus (ou seja: a manifestação dos filhos de Deus em corpos eternos).

Porque a criação ficou sujeita à vaidade, não por sua vontade, mas por causa do que a sujeitou,

na esperança de que também a mesma criatura será libertada da servidão da corrupção, para a liberdade da glória dos filhos de Deus.

Porque sabemos que toda a criação geme e está juntamente com dores de parto até agora.

E não só ela, mas nós mesmos, que temos as primícias do Espírito (ou seja: que recebemos o Espírito Santo e, consequentemente, recebemos o corpo teofânico), também gememos em nós mesmos, esperando a adoção, a saber, a redenção do nosso corpo (ou seja: a transformação de nosso corpo, onde obteremos um corpo eterno, glorioso e glorificado, igual ao corpo glorificado de nosso amado Senhor Jesus Cristo).

         Agora, vimos o que é a adoção: a adoção é a transformação de nossos corpos, onde obteremos o corpo eterno; é a redenção de nosso corpo, onde obteremos essa redenção de nosso corpo obtendo um corpo eterno, glorificado e glorioso, igual ao corpo glorificado de nosso amado Senhor Jesus Cristo.

         E esta promessa de ser transformados é para todos os filhos de Deus, para todos os primogênitos de Deus, com todos os anjos mensageiros de Jesus Cristo, com todos os das eras passadas e com o Anjo Mensageiro do Senhor Jesus Cristo.

         O único é que os sete anjos mensageiros das sete eras já partiram e os apóstolos também, e seus grupos partiram também; e se resta algum de alguma era passada, é da sétima era da Igreja gentia e do sétimo anjo mensageiro da sétima era da Igreja gentia; mas que para poder ser transformado e raptado, tem que entrar à Era da Pedra Angular e receber o Maná escondido da revelação da Segunda Vinda de Cristo, para obter assim a fé para serem transformados e raptados.

         E os membros do Corpo Místico da Era da Pedra Angular e Dispensação do Reino estarão com o Anjo do Senhor Jesus Cristo na Era da Pedra Angular recebendo o alimento espiritual do Maná escondido e assim sendo alimentados neste tempo final.

         E assim como houve um território onde se cumpriu cada era da Igreja gentia, também há um território para o cumprimento da Era da Pedra Angular neste Último Dia; e esse território é o território latino-americano e caribenho, no qual, pela graça de Deus, nós estamos vivendo.

         É com e no meio dos latino-americanos e caribenhos que Jesus Cristo se manifesta neste Último Dia por meio do Seu Anjo Mensageiro, e chama e junta todos Seus escolhidos com a Grande Voz de Trombeta do Evangelho do Reino, que gira ao redor da Segunda Vinda de Cristo como o Leão da tribo de Judá, como Rei dos reis e Senhor dos senhores em Sua Obra de Reclamação.

         Esse é quem estará fazendo a Obra de Cristo no Último Dia até o fim, e esse será o que será adotado junto com seu grupo neste tempo final; porque os outros anjos mensageiros já terminaram seu tempo aqui na Terra e não foram adotados, não foram transformados e não receberam o corpo eterno, porque não era para a era em que eles viveram, mas para a Era da Pedra Angular; e por isso é que seus grupos também não foram transformados e não receberam o corpo eterno, porque é para a Era da Pedra Angular.

         Por isso eles tiveram que dormir, ou seja: morrer seus corpos físicos, e esperar a ressurreição dos mortos em Cristo no Último Dia, na Era da Pedra Angular, onde ressuscitarão em corpos eternos junto com seus anjos mensageiros; e nós os que vivemos seremos transformados e teremos o novo corpo, o corpo eterno, o corpo glorificado igual ao corpo de nosso amado Senhor Jesus Cristo; e também o Anjo do Senhor Jesus Cristo, que é o anjo mensageiro da mão direita do Senhor Jesus Cristo.

         Recordam a Tiago e João o apóstolo, e a mãe deles? Que vieram a Jesus em uma ocasião para fazer um pedido, um pedido muito importante, que tinha que ver com o Reino de Deus e a posição que eles queriam ocupar no Reino de Deus. Diz São Mateus, capítulo 20, versículo 20 ao 23, da seguinte maneira:

         “Então, se aproximou dele a mãe dos filhos de Zebedeu, com seus filhos, adorando-o e fazendo-lhe um pedido (ou seja: prostrando-se diante de Jesus).

         E ele diz-lhe: Que queres? Ela respondeu: Dize que estes meus dois filhos se assentem um à tua direita e outro à tua esquerda, no teu Reino (ou seja: nesse Reino Milenial).

         Jesus, porém, respondendo, disse: Não sabeis o que pedis; podeis vós beber o cálice que eu hei de beber e ser batizados com o batismo com que eu sou batizado? Dizem-lhe eles: Podemos.”

         Porque uma pessoa que está buscando a bênção de Deus não pode ver os obstáculos, mas tem que crer que obterá a bênção de Deus sempre. E agora, Jesus lhes diz:

         “E diz-lhes ele: Na verdade bebereis o meu cálice, mas o assentar-se à minha direita ou à minha esquerda não me pertence dá-lo, mas é para aqueles para quem meu Pai o tem preparado.”

         Ou seja: não é de Jesus dá-lo aos que estão pedindo lá, ou a alguma outra pessoa, a não ser àqueles à quem está preparado da parte do Pai celestial.

         E quem estavam à direita e à esquerda na visão do Monte da Transfiguração? Moisés e Elias. Esses são os ministérios da direita e da esquerda para o glorioso Reino Milenial de nosso amado Senhor Jesus Cristo.

         Cristo falando da Vinda do Filho do Homem no Seu Reino com Seus Anjos, disse que o Filho do Homem viria em poder e glória no Seu Reino, e viria com Seus Anjos; e onde quer que estiver o Filho do Homem manifestado no Último Dia, aí estarão Seus Anjos, que são os ministérios de Moisés e Elias, um a cada lado.

         Agora, onde estiverem os ministérios de Moisés e Elias e de Jesus, aí estarão os ministérios da direita e da esquerda, que estarão no glorioso Reino Milenial de Cristo, manifestando esse poder e esses ministérios durante o Reino Milenial de nosso amado Senhor Jesus Cristo.

         Agora, podemos ver que esta é uma promessa para ser cumprida no Último Dia, na Era da Pedra Angular, naquele que se sentará com Cristo no Seu Trono e reinará com Ele.

         “Ao que vencer, lhe concederei que se assente comigo no meu trono, assim como eu venci e me assentei com meu Pai no seu trono.”

         Ou seja: que durante o Reino Milenial de Cristo, onde Cristo estará reinando sobre o povo hebreu e sobre todas as nações, com Ele estará também o Vencedor, o Anjo do Senhor Jesus Cristo, o qual é enviado neste tempo final.

         Apocalipse 22, versículo 16, diz: “Eu, Jesus, enviei o meu anjo, para vos testificar estas coisas nas igrejas”.

         Esse é o Enviado do Senhor Jesus Cristo, esse é o Filho de Jesus Cristo de Sua mão direita, para sentar-se no Trono com Cristo e reinar com Cristo durante o Reino Milenial; e com Ele todos reinaremos durante esse Reino Milenial, porque Cristo nos fez para nosso Deus reis e sacerdotes, e reinaremos com Cristo por mil anos e em seguida por toda a eternidade.

         Agora podemos ver que também todos os redimidos por Cristo são reis e sacerdotes, porque Ele nos redimiu com Seu Sangue precioso e nos fez para nosso Deus reis e sacerdotes. Apocalipse, capítulo 1, dá testemunho desta verdade, de que fomos feitos reis e sacerdotes; vejam capítulo 1 de Apocalipse, versículos 5 em diante, diz:

         “… e da parte de Jesus Cristo, que é a fiel testemunha, o primogênito dos mortos e o príncipe dos reis da terra. Àquele que nos ama, e em seu sangue nos lavou dos nossos pecados,

         e nos fez reis e sacerdotes para Deus e seu Pai, a ele, glória e poder para todo o sempre. Amém!”

         E no capítulo 5 de Apocalipse, versículos 8 em diante, diz:

         “E, havendo tomado o livro, os quatro animais e os vinte e quatro anciãos prostraram-se diante do Cordeiro, tendo todos eles harpas e salvas de ouro cheias de incenso, que são as orações dos santos.

E cantavam um novo cântico, dizendo: Digno és de tomar o livro e de abrir os seus selos, porque foste morto e com o teu sangue compraste para Deus homens de toda tribo, e língua, e povo, e nação;

e para o nosso Deus os fizeste reis e sacerdotes; e eles reinarão sobre a terra”.

         Reinaremos sobre a Terra nesse glorioso Reino Milenial de Cristo, como? Como reis e sacerdotes com Cristo.

         Em Apocalipse, capítulo 20, Deus também nos dá testemunho desta verdade dizendo: capítulo 20, versículo 4 em diante, do Apocalipse:

         “E vi tronos…”

         E se ele viu tronos, pois alguém se sentará nesses tronos, e têm que ser reis; e esses são os reis e sacerdotes redimidos pelo Sangue de Cristo, ou seja: os filhos e filhas de Deus, redimidos pelo Sangue de Cristo, que creram em Cristo como nosso Salvador, lavaram seus pecados no Sangue de Cristo e receberam o Espírito de Cristo.

         “E vi tronos; e assentaram-se sobre eles aqueles a quem foi dado o poder de julgar. E vi as almas daqueles que foram degolados pelo testemunho de Jesus e pela palavra de Deus, e que não adoraram a besta nem a sua imagem, e não receberam o sinal na testa nem na mão; e viveram e reinaram com Cristo durante mil anos (e viveram e reinaram com Cristo, quanto? Mil anos).

         Mas os outros mortos não reviveram, até que os mil anos se acabaram. Esta é a primeira ressurreição.

Bem-aventurado e santo aquele que tem parte na primeira ressurreição; sobre estes não tem poder a segunda morte, mas serão sacerdotes de Deus e de Cristo e reinarão com ele mil anos (e depois, por toda a eternidade)”.

         Agora podemos ver que não somente o Anjo do Senhor Jesus Cristo estará com Cristo nesse glorioso Reino Milenial reinando, mas que também estarão todos os redimidos com o Sangue de Jesus Cristo, que foram feitos reis e sacerdotes para reinar com Cristo durante o Reino Milenial. Mas o Filho de Jesus Cristo, da mão direita, é o Anjo do Senhor Jesus Cristo.

         Agora, todos os redimidos pelo Sangue de Cristo, que lavaram seus pecados no Sangue de Cristo recebendo Cristo como nosso Salvador e recebendo Seu Espírito Santo, são primogênitos de Deus, são filhos e filhas de Deus.

         Mas dentre todos esses filhos e filhas de Deus, que nasceram de novo e nasceram no Reino de Deus na Igreja de Jesus Cristo, um deles será o da mão direita de Cristo; o da mão direita do Senhor Jesus Cristo, que se sentará com Cristo no Seu Trono e reinará com Ele durante o Reino Milenial.

         E com Cristo e Seu Anjo da mão direita, também reinarão — com Cristo — todos os redimidos de Jesus Cristo, com os sete anjos mensageiros do Senhor Jesus Cristo e os apóstolos São Pedro e demais apóstolos do Senhor Jesus Cristo.

         Agora, vimos o mistério de O FILHO DA MÃO DIREITA.

         Esse é o Anjo do Senhor Jesus Cristo. Ele é o Filho da mão direita e também da mão esquerda, porque ele vem com os ministérios de Moisés e de Elias, que são os ministérios da mão direita e da mão esquerda; para Cristo usá-lo em Sua Obra correspondente a este Último Dia e em seguida adotá-lo transformando-o, transformando seu corpo e lhe dando um corpo eterno, e também dando um corpo eterno a todos os filhos e filhas de Deus que estarão na Era da Pedra Angular.

         Porque para os filhos de Deus da Era da Pedra Angular é que virá a transformação de nossos corpos; e por isso nos dá a fé para sermos raptados, que é a fé, a revelação, da Segunda Vinda de Cristo como o Leão da tribo de Judá, como Rei dos reis e Senhor dos senhores em Sua Obra de Reclamação.

         Agora, vimos o mistério de O FILHO DA MÃO DIREITA, assim como também vimos que Jesus é o Filho da mão direita de Deus, o qual se sentou à mão direita de Deus no Céu, no Trono de Deus no Céu.

         E assim como também, quando Jacó foi abençoar a José, abençoou seus filhos (os filhos de José) Efraim e Manassés; e abençoou a Manassés com a bênção que correspondia ao segundo, e abençoou Efraim com a bênção que correspondia ao primeiro: colocou Jacó a mão direita sobre a cabeça de Efraim e a mão esquerda sobre a cabeça de Manassés. E o filho de José da mão direita… vejam vocês, vamos ver bem em Gênesis, capítulo 48, versículos 12 em diante; diz:

         “Então, José os tirou de seus joelhos…”

         Ou seja: José, a Efraim e a Manassés, os tirou dentre seus joelhos, pois os tinha sentados nos seus joelhos quando foi a Jacó, o qual já estava ancião e perto da sua morte; e foi a seu pai Jacó para que lançasse a bênção a seus filhos, e a ele, a Bênção da Primogenitura.

         “Então, José os tirou de seus joelhos e inclinou-se à terra diante da sua face.

E tomou José a ambos, a Efraim na sua mão direita (Quem era o filho da mão direita de José? Efraim; mesmo que fosse o menor, mas foi colocado por José na sua mão direita), à esquerda de Israel (ou seja: à esquerda de Jacó)…”

         Porque José com seus filhos estava diante de seu pai Jacó e, consequentemente, o que estava à mão direita de José, o qual José tinha a sua mão direita, era Efraim, que era o menor, e ficava diante da mão esquerda de Jacó; por isso diz que estava à mão direita de José e à esquerda de Jacó.

         “… à esquerda de Israel…”

         “… e fê-los chegar a ele.”

         Diz:

         “… e a Manassés na sua mão esquerda (ou seja: à esquerda de José), à direita de Israel (ou seja: à direita de Jacó), e fê-los chegar a ele.

         Mas Israel (ou seja: Jacó) estendeu a sua mão direita e a pôs sobre a cabeça de Efraim (sobre a cabeça daquele que estava à mão direita de José)…”

         Ou seja: que Jacó teve que cruzar sua mão, assim, para colocar sua mão direita sobre a cabeça de Efraim, que estava à mão direita de José.

         “… e a pôs sobre a cabeça de Efraim, ainda que fosse o menor, e a sua esquerda sobre a cabeça de Manassés, dirigindo as suas mãos avisadamente, ainda que Manassés fosse o primogênito.”

         Agora vejam como ficou Efraim à mão direita de José e também ficou sob a mão direita de Jacó, de Israel. Assim que Efraim é o filho da mão direita de José e da mão direita de Jacó também, de Israel.

         “E abençoou a José e disse: O Deus, em cuja presença andaram os meus pais Abraão e Isaque, o Deus que me sustentou, desde que eu nasci até este dia,

o Anjo que me livrou de todo o mal; abençoe estes rapazes; e seja chamado neles o meu nome e o nome de meus pais Abraão e Isaque; e multipliquem-se grandemente no meio da terra.

Vendo, pois, José que seu pai punha a sua mão direita sobre a cabeça de Efraim, foi mau aos seus olhos; e tomou (ou seja: agarrou a mão) a mão de seu pai, para transpô-la de sobre a cabeça de Efraim à cabeça de Manassés.

E José disse a seu pai: Não assim, meu pai, porque este é o primogênito; põe a tua mão direita sobre a sua cabeça (ou seja: ponha sua mão direita sobre a cabeça de Manassés).

         Mas seu pai o recusou e disse: Eu o sei, filho meu, eu o sei; também ele será um povo e também ele será grande; contudo, o seu irmão menor será maior que ele, e a sua semente será uma multidão de nações.

         Assim, os abençoou naquele dia, dizendo: Em ti Israel abençoará, dizendo: Deus te ponha como a Efraim e como a Manassés. E pôs a Efraim diante de Manassés.”

         Aí podemos ver quem é o filho da mão direita de José e da mão direita de Jacó: é Efraim, o qual aí representa também a Igreja do Senhor Jesus Cristo; e Manassés representa o povo hebreu.

         O povo hebreu ao rejeitar Cristo em Sua Primeira Vinda perdeu essa bênção, a qual por meio da Cruz de Cristo…; assim como por meio da cruz que Jacó fez, colocando suas mãos em forma de cruz, passou a bênção que era para o maior, passou-a ao menor, a Efraim; e assim, por meio da Cruz de Cristo, passou a bênção que vinha para Israel (a qual o povo hebreu rejeitou), a passou à Sua Igreja gentia, a Bênção da Primogenitura.

         Portanto a bênção maior está para a Igreja do Senhor Jesus Cristo; e em seguida também há uma bênção para o povo hebreu, o qual neste Último Dia receberá essa bênção, no tempo no qual nós vivemos, onde Cristo, o Anjo do Pacto, se revelará e lançará essa bênção também sobre o povo hebreu.

         Mas antes, sobre Sua Igreja gentia, por meio da manifestação de Cristo, do Anjo do Pacto, através do Seu Anjo Mensageiro, para assim os escolhidos dentre os gentios (representados em Efraim) receberem a Bênção da Primogenitura sendo materializada, e assim obter a transformação de nossos corpos e obter a posição de reis e sacerdotes no glorioso Reino de nosso amado Senhor Jesus Cristo. Mas também 144.000 hebreus receberão a bênção de Cristo, o Anjo do Pacto, por meio da manifestação de Cristo, o Anjo do Pacto, através do Seu Anjo Mensageiro neste tempo final.

         E agora podemos ver como por meio da manifestação do Anjo do Pacto através do Seu Anjo Mensageiro vem a bênção da mão direita e a bênção da mão esquerda; porque as terá — essas bênçãos — Cristo manifestadas em Seu Anjo Mensageiro, porque esse Anjo é o da mão direita do Senhor Jesus Cristo e também o da mão esquerda do Senhor Jesus Cristo.

         José representa Cristo, e tinha José a sua direita a Efraim e a sua esquerda a Manassés.

         E agora, vejam vocês como também Cristo terá a Sua Igreja com Seu Anjo Mensageiro à direita, e terá a Sua esquerda o povo hebreu, 144.000 hebreus; e também a Seu Anjo Mensageiro encabeçando esse movimento milenial que neste Último Dia no meio do povo hebreu será manifestado; porque essa bênção da mão direita corresponde ao Anjo do Senhor Jesus Cristo neste Último Dia, e também a bênção da mão esquerda para ser manifestada a favor do povo hebreu.

         Com a mão direita Cristo lança a bênção através do Seu Anjo Mensageiro à Sua Igreja gentia, e com a mão esquerda ao povo hebreu; e tudo isto manifestado por meio do Seu Anjo Mensageiro, que é o Anjo da mão direita do Senhor Jesus Cristo e também da esquerda, da mão esquerda do Senhor Jesus Cristo.

         Agora, vimos O FILHO DA MÃO DIREITA do Senhor Jesus Cristo, assim como vimos também o filho da mão direita de José, que foi Efraim, e da mão direita de Jacó (ou seja: de Israel), que foi também Efraim.

         E também vimos o Filho da mão direita de Deus, que foi nosso amado Senhor Jesus Cristo, o qual se sentou na mão direita de Deus no Céu, no Trono de Deus no Céu, onde recebeu todo poder e autoridade no Céu e na Terra; e recebeu também um nome novo.

         E agora, no Reino de Jesus Cristo, para o Reino Milenial, o Filho da mão direita de Jesus Cristo é o Anjo Mensageiro de Cristo.

         “Eu, Jesus, enviei o meu anjo, para vos testificar estas coisas nas igrejas” (Apocalipse 22, versículo 16).

         E Apocalipse 22, versículo 6, diz: “E disse-me: Estas palavras são fiéis e verdadeiras. O Senhor, o Deus dos espíritos dos profetas, enviou o seu anjo, para mostrar aos seus servos as coisas que em breve hão de acontecer.”

         A quem enviou? O Seu Anjo Mensageiro. Por isso por meio do Seu Anjo Mensageiro encontraremos a manifestação de Jesus Cristo do Último Dia, a manifestação do Anjo do Pacto, do Anjo do Senhor, de Jesus Cristo em Espírito Santo manifestado em carne humana em Seu Anjo Mensageiro.

         Por isso veremos o Cavaleiro do cavalo branco de Apocalipse 19 vindo manifestado em Seu Anjo Mensageiro no Último Dia, assim como esteve a manifestação do Pai celestial em Jesus Cristo, o Filho da mão direita, em Seu ministério terreno.

         Agora a manifestação de Jesus Cristo em Espírito Santo estará em Seu Anjo Mensageiro, o Filho de Jesus Cristo de Sua mão direita; e por isso é que Jesus Cristo estará manifestado por meio de Seu Anjo Mensageiro como o Cavaleiro do cavalo branco de Apocalipse 19; e disse o precursor da Segunda Vinda de Cristo na página 256 do livro Os Selos, em espanhol:

         “121. Mas quando nosso Senhor aparecer sobre a Terra, Ele virá sobre um cavalo branco como a neve, e será completamente Emanuel — a Palavra de Deus encarnada em um homem.”

         O Verbo, o Anjo do Pacto, a Palavra de Deus encarnada em um homem, ou seja: em Seu Anjo Mensageiro, neste tempo final, como a Vinda do Cavaleiro do cavalo branco de Apocalipse 19, para adotar Seu Anjo Mensageiro neste Último Dia e adotar todos os filhos e filhas de Deus, nos dando um corpo eterno e glorioso, transformando nossos corpos neste tempo final, para ir em seguida à Ceia das Bodas do Cordeiro no Céu, e em seguida regressar à Terra como reis e sacerdotes, e reinar com Cristo por mil anos e em seguida por toda a eternidade, nesse glorioso Reino Milenial, nesse glorioso Reino Messiânico que estará estabelecido neste planeta Terra no sétimo milênio, governando sobre o povo hebreu e sobre todas as nações.

         Foi para mim um privilégio muito grande estar com vocês dando testemunho de “O FILHO DA MÃO DIREITA”.

         E onde estão os que veriam o Filho da mão direita manifestado neste tempo final? Pois aqui estamos em Reynosa, Tamaulipas, México, e em diferentes lugares da República Mexicana, e nos diferentes países da América Latina e do Caribe, vendo O FILHO DA MÃO DIREITA do Senhor Jesus Cristo neste tempo final: o Anjo do Senhor Jesus Cristo; assim como dois mil anos atrás vimos o Filho da mão direita de Deus, o qual obteria a vitória morrendo e ressuscitando, e subindo ao Céu vitorioso e sentando-se à mão direita de Deus no Trono de Deus no Céu.

         Que as bênçãos de Jesus Cristo, o Anjo do Pacto, que se sentou à destra de Deus, o Filho da mão direita de Deus, sejam sobre todos vocês e sobre mim também; e em breve sejamos todos completados, seja completado o Corpo Místico de Cristo em breve, e em breve sejamos transformados e levados à Ceia das Bodas do Cordeiro no Céu em corpos glorificados, iguais ao corpo de nosso amado Senhor Jesus Cristo. No Nome Eterno do Senhor Jesus Cristo. Amém e amém.

         “O FILHO DA MÃO DIREITA”.

         [Revisão dezembro 2019]

Eu, Jesus, enviei o meu anjo para dar a vocês este testemunho concernente às igrejas. Eu sou a Raiz e o Descendente de Davi, e a resplandecente Estrela da Manhã". Apocalipse 22:16