O Caminho para a Vida Eterna - CULTO AO VIVO: "O CRESCIMENTO DAS CRIANÇAS" - 3 de janeiro de 2020

CULTO AO VIVO: "O CRESCIMENTO DAS CRIANÇAS"

Transcrição reproduzida da pagina: 

http://carpa.com/pt-br/recursos/conferencias/1998/08/o_crescimento_das_criancas

onde está disponível audio, texto e video para download

 

Muito bom dia, filhotinhos de Leão da tribo de Judá, do Rei dos reis e Senhor dos senhores. Que as bênçãos de Jesus Cristo nosso Salvador, nosso irmão mais velho, sejam sobre todos vocês e sobre mim também; e em breve todos recebamos o novo corpo, jovenzinho e eterno, representando de 18 a 21 anos de idade, para viver com Cristo por toda a eternidade. No Nome Eterno do Senhor Jesus Cristo. Amém e amém.

         Houve uma criança muito especial que veio à Terra faz dois mil anos atrás, o qual é o exemplo de todas as crianças. E qual criança é essa? O menino Jesus. Jesus passou por essa etapa de criança, como vocês estão passando na atualmente.

         E vejam, quando nasceu, aos oito dias o apresentaram a Deus para fazer conforme a Lei de Moisés. Diz no capítulo 2, versículos 36 em diante [São Lucas]:

         “E estava ali (ou seja: no templo) a profetisa Ana, filha de Fanuel, da tribo de Aser. Esta era já avançada em idade, e tinha vivido com o marido sete anos, desde a sua virgindade,

e era viúva, de quase oitenta e quatro anos, e não se afastava do templo, servindo a Deus em jejuns e orações, de noite e de dia.

E, sobrevindo na mesma hora, ela dava graças a Deus e falava dele a todos os que esperavam a redenção em Jerusalém (De que criança falava? Do menino Jesus).

         E, quando acabaram de cumprir tudo segundo a lei do Senhor, voltaram à Galiléia, para a sua cidade de Nazaré.

E o menino crescia e se fortalecia em espírito, cheio de sabedoria; e a graça de Deus estava sobre ele.”

         “O CRESCIMENTO DAS CRIANÇAS”.

         O crescimento das crianças é muito importante. Por isso, crianças, vocês estão em uma etapa muito importante de suas vidas, onde a Palavra que vocês escutam chega às suas almas e se materializa (aí se encarna em suas almas) para produzir muito fruto, muito fruto de Deus; como o menino Jesus, que “crescia e se fortalecia em espírito, cheio de sabedoria; e a graça de Deus estava sobre ele.”

         Maria lhe ensinava a Palavra, a Bíblia, ao menino Jesus, e com essa Palavra sendo ensinada era fortalecido o menino Jesus; porque a Palavra de Deus nos fortalece, porque é alimento espiritual para nossa alma.

         Assim como a comida: os feijões, as tortilhas [NT: comida típica mexicana], e todas essas coisas que as crianças gostam muito aqui na República Mexicana, os fortalece fisicamente: estão fortes para viver, para ir à escola, para ajudar aos seus papais, ao papai e a mamãe; assim também a comida espiritual, que é a Palavra de Deus, fortalece a alma e o espírito das crianças, e também dos jovens e também dos adultos.

         Porque “nem só de pão viverá o homem”, disse Jesus e também o profeta Moisés, “nem só de pão viverá o homem, mas de toda a palavra que sai da boca de Deus”. E a boca de Deus são os profetas de Deus.

         Toda Palavra que sai dos profetas de Deus, ungidos pelo Espírito de Deus, é alimento espiritual para nossa alma; e fortalece nossa alma e nosso espírito para caminhar em frente na vida e ir crescendo saudáveis espiritualmente, servindo a Deus e obtendo assim o conhecimento de Seu Programa correspondente ao tempo que nos correspondeu viver.

         E assim também são cheios de sabedoria as crianças, porque obtêm a sabedoria de Deus, da Palavra de Deus e Seu Programa correspondente ao tempo que vivem; e também obtêm o conhecimento de toda a história bíblica e do que Deus fez através de todos estes tempos passados, e como enviou profetas e como falou por meio dos profetas, e como chamou Seu povo e como libertou Seu povo e como abençoou Seu povo, e como houve muitos crianças no meio do povo hebreu em todos os tempos.

         E sempre há mais crianças que adultos. Porque em uma casa normalmente há 2 adultos: o papai e a mamãe, e há 1, 2, 3, 4, 5, e algumas vezes até 9 e 12 filhos; ou seja: que há mais crianças que adultos.

         E por isso é que as crianças têm que ser instruídas. Diz: “Instrui o menino no caminho em que deve andar, e, até quando (o que?) envelhecer (ou seja: adulto) não se desviará dele”. (Provérbios, capítulo 22, versículo 6). Não se apartará do caminho de Deus, não se apartará da Palavra de Deus, não se apartará de Deus criador dos Céus e da Terra; e o servirá todos os dias de sua vida, mesmo que chegue a jovem e mesmo que chegue a adulto; e mesmo que já esteja velho, com uma bengala, sabe que o Deus criador dos Céus e da Terra é seu Deus; porque Ele é o único Deus; e Ele é o Deus de Abraão, de Isaque e de Jacó, o qual no Antigo Testamento foi chamado o Anjo do Senhor ou o Senhor, e no Novo Testamento é chamado como? Senhor Jesus Cristo. Ele é o mesmo no Antigo Testamento e no Novo Testamento.

         E agora, as crianças necessitam crescer não somente fisicamente mas espiritualmente também; e precisam ser fortalecidos lá na alma e no espírito, e isso é com a Palavra de Deus, que é o alimento espiritual para a alma, para crescerem fortes, saudáveis espiritualmente, amando a Deus e servindo-o com toda nossa alma, com toda nossa mente, com todo nosso ser, com toda nossa força, com todo nosso espírito; e assim caminhar sempre no caminho de Deus, agradando-o em tudo.

         Vejam o importante que é receber o ensinamento da Palavra, as crianças, no tempo que estão passando por essa etapa de crianças.

         Houve um matrimônio, Manoá e sua esposa, que oravam a Deus, e Deus lhes concedeu um filho (isso está em Juízes, capítulo 13). E a esposa de Manoá era estéril, e Manoá e sua esposa oravam a Deus por um filho; e o Anjo do Senhor apareceu a Manoá…

         E o Anjo do Senhor é o mesmo Jesus Cristo em Seu corpo teofânico no Antigo Testamento; um varão, um anjo, mas de outra dimensão (não desta dimensão terrena), em um corpo de outra dimensão (não um corpo de carne como nosso corpo).

         E agora, apareceu à esposa de Manoá e lhe disse que iria ter um filho, e em seguida lhe disse do que ela tinha que se cuidar. Em seguida ele contou a seu esposo; e Manoá orou a Deus para que Deus enviasse de novo esse Anjo, esse Varão, porque Manoá queria falar com Ele.

         E Deus enviou o Seu Anjo, o Anjo do Senhor (que é o mesmo Deus em Seu corpo teofânico); e apareceu de novo à sua esposa, à esposa de Manoá, no outro dia. E ela foi procurar seu esposo Manoá, para que viesse ver o Anjo e falar com o Anjo; e quando veio, o Anjo estava ali, um homem de outra dimensão.

         E Manoá disse: “É você aquele varão que falou com minha esposa outro dia?”. E o Anjo lhe disse: “Sim, eu sou.”

         E disse: “O que será feito e como deve ser criada a criança que você disse a minha esposa que ela e eu íamos ter?”. E Ele lhe disse: “A mulher (ou seja: sua esposa) cuidará, guardará tudo o que eu disse; cuidará…”. Vejamos aqui a história; capítulo 13 do livro de Juízes, versículo 11 em diante, diz:

         “Então, Manoá levantou-se, e seguiu a sua mulher, e veio àquele homem, e disse-lhe: És tu aquele homem que falaste a esta mulher? E disse: Eu sou.

Então, disse Manoá: Cumpram-se as tuas palavras; mas qual será o modo de viver e serviço do menino?”

         É muito importante a maneira de viver da criança, ou seja: de toda criança que vem da parte de Deus a este planeta Terra.

         “… mas qual será o modo de viver e serviço do menino (ou seja: com a criança)?

         E disse o Anjo do SENHOR a Manoá: De tudo quanto eu disse à mulher se guardará ela.

De tudo quanto procede da vide não comerá, nem vinho, nem bebida forte beberá, nem coisa imunda comerá; tudo quanto lhe tenho ordenado guardará.

Então, Manoá disse ao Anjo do SENHOR: Ora, deixa que te detenhamos e te preparemos um cabrito.

Porém o Anjo do SENHOR disse a Manoá: Ainda que me detenhas, não comerei de teu pão; e, se fizeres holocausto, o oferecerás ao SENHOR. Porque não sabia Manoá que fosse o Anjo do SENHOR.

E disse Manoá ao Anjo do SENHOR: Qual é o teu nome? Para que, quando se cumprir a tua palavra, te honremos.

E o Anjo do SENHOR lhe disse: Por que perguntas assim pelo meu nome, visto que é maravilhoso?”

         Em outras versões diz “que é oculto”.

         “Então, Manoá tomou um cabrito e uma oferta de manjares e os ofereceu sobre uma penha ao SENHOR; e agiu o Anjo maravilhosamente, vendo-o Manoá e sua mulher.

E sucedeu que, subindo a chama do altar para o céu, o Anjo do SENHOR subiu na chama do altar; o que vendo Manoá e sua mulher; caíram em terra sobre seu rosto.

E nunca mais apareceu o Anjo do SENHOR a Manoá, nem à sua mulher; então, conheceu Manoá que era o Anjo do SENHOR.

E disse Manoá à sua mulher: Certamente morreremos, porquanto temos visto Deus.

Porém sua mulher lhe disse: Se o SENHOR nos quisera matar, não aceitaria da nossa mão o holocausto e a oferta de manjares, nem nos mostraria tudo isto, nem nos deixaria ouvir tais coisas neste tempo.”

         Nem teria anunciado que teriam um filho. Essa criança, quando nasceu se chamou como? Sansão. Era uma criança muito especial, uma criança prometida por Deus, para nascer nesta Terra e ter uma parte muito importante no Programa de Deus.

         Também encontramos que João Batista foi uma criança muito especial, que veio para cumprir uma parte muito importante do Programa Divino.

         Também o menino Jesus, uma criança muito especial, o qual veio para cumprir uma parte do Programa Divino, e morrer em seguida na Cruz do Calvário, levando assim nossos pecados.

         E agora cada um de vocês, crianças, são umas crianças muito especiais, que vieram à Terra para cumprir um propósito divino.

         Saibam que há uma grande bênção para todos vocês e que devem estar crescendo não somente fisicamente mas espiritualmente; ir crescendo em sabedoria de Deus e conhecimento de Deus e Seu Programa, e ir crescendo fortalecidos tanto fisicamente (por meio de comer) como também espiritualmente (por meio de comer alimento espiritual, por meio de comer a Palavra de Deus, que é o alimento espiritual para minha alma e para a alma de cada um de vocês), e assim serem cheios da graça de Deus.

         A graça de Deus sempre esteja sobre todos vocês, os quais vão crescendo espiritualmente e materialmente também, e crescendo em sabedoria e conhecimento de Deus e Seu Programa. E, como disse Jesus aos 12 anos: “Nos negócios do meu Pai me convém estar”. Isso está por aí por São Lucas, capítulo 2, versículo 41 ao 52, onde vieram buscar Jesus, o qual tinha ficado no templo; e quando o encontram… Diz o capítulo 2, versículo 46 em diante:

         “E aconteceu que, passados três dias, o acharam no templo, assentado no meio dos doutores, ouvindo-os e interrogando-os.

E todos os que o ouviam admiravam a sua inteligência e respostas.”

         Isto é assim porque estava crescendo (como?) em sabedoria e conhecimento de Deus, e a graça de Deus estava sobre Ele.

         “E, quando o viram, maravilharam-se, e disse-lhe sua mãe (Maria): Filho, por que fizeste assim para conosco? Eis que teu pai e eu, ansiosos, te procurávamos.

E ele lhes disse: Por que é que me procuráveis? Não sabeis que me convém tratar dos negócios de meu Pai?

E eles não compreenderam as palavras que lhes dizia.

E desceu com eles, e foi para Nazaré, e era-lhes sujeito. E sua mãe guardava no coração todas essas coisas.

E crescia Jesus em sabedoria, e em estatura, e em graça para com Deus e os homens.”

         Vejam como é preciso crescer: em sabedoria e em estatura também, e em graça com Deus.

         Que a graça de Deus seja sobre vocês, crianças; e assim vocês sejam crianças abençoadas; crianças muito especiais que vivem neste planeta Terra neste tempo final, na Era da Pedra Angular e Dispensação do Reino. E sempre estar nos negócios de nosso Pai celestial, nos negócios do Senhor Jesus Cristo, trabalhando em Sua Obra, porque nesses negócios é que nos convém trabalhar.

         Vejam vocês, crianças, se um de vocês vai a uma fábrica ou a um escritório procurando trabalho, dizem-lhe: “Vocês estão muitas crianças. Aqui não há trabalho para crianças assim dessa idade”. Mas, no entanto, no Reino de Deus, nos negócios de nosso Pai celestial, há lugar para as crianças trabalharem também.

         Todos vocês podem trabalhar nos negócios de nosso Pai celestial. Ele lhes dá a oportunidade a vocês para que possam trabalhar e levar a Mensagem, e revelar a outras crianças — e também aos jovens e aos adultos — a Palavra de Deus correspondente ao nosso tempo, o Programa de Deus de nosso tempo, e as bênçãos que Deus tem para toda pessoa neste tempo final.

         Assim que, crianças, em frente trabalhando no Reino de Deus; crianças primogênitas de Deus, crianças escolhidas de Deus, crianças filhotinhos de Leão da tribo de Judá, que é nosso amado Senhor Jesus Cristo.

         Que Deus lhes abençoe, crianças, que Deus lhes guarde e lhes use grandemente em Sua Obra; e em breve todos sejamos transformados e tenhamos o corpo novo, eterno, glorificado e jovenzinho, de 18 a 21 anos, para ir com Cristo à Ceia das Bodas do Cordeiro, e em seguida para estar no Reino Milenial, e assim para viver com Cristo por toda a eternidade.

         “O CRESCIMENTO DAS CRIANÇAS”.

         Viram vocês como deve cada criança crescer? Deve crescer em sabedoria e inteligência do Programa de Deus (sabedoria de Deus; vê?); e deve crescer fortalecido em sua alma e seu espírito com a Palavra de Deus, conhecendo o Programa de Deus e caminhando no Programa de Deus; e também deve crescer fisicamente. Para crescer fisicamente, pois comam sempre, para que assim cresçam fisicamente também.

         E sirvam a Cristo no Seu Programa na sua era, a Era da Pedra Angular e Dispensação do Reino, com toda sua alma e com todas suas forças e com todo seu entendimento; e assim vocês sempre estarão agradando a Jesus Cristo e sendo instrumentos de nosso amado Senhor Jesus Cristo.

         Porque no Reino de Cristo, no Reino dos Céus, há trabalho até para as crianças, porque Deus não quer preguiçosos em Seu Reino. Portanto dá oportunidade às crianças também para que trabalhem em Sua Obra e glorifiquem a Deus, e sejam usados por Deus nessa etapa tão formosa de crianças na qual vocês estão na atualmente.

         Que Deus os abençoe, crianças, filhotinhos de Leão da tribo de Judá; e a vocês, professoras e professores das crianças, que Deus os abençoe grandemente; e os use grandemente cada dia mais e mais. No Nome Eterno do Senhor Jesus Cristo. Amém e Amém.

         “O CRESCIMENTO DAS CRIANÇAS”.

            [Revisão dezembro 2019]

Eu, Jesus, enviei o meu anjo para dar a vocês este testemunho concernente às igrejas. Eu sou a Raiz e o Descendente de Davi, e a resplandecente Estrela da Manhã". Apocalipse 22:16